1551- ESPÍRITO DA PAZ

1551 espirito da paz
Imagem de Olga Kuczer
 
 
ESPÍRITO DA PAZ 
 
No espaço profundo da meditação, surge um ser luminoso...
Sinto que ele me conhece profundamente.
Através do chacra coronário*, ele interpenetra minha cabeça e preenche-me de Pura Luz-Sentimento. Então, sou tomado por uma Paz maravilhosa.
Transformo-me em Serenidade-Plenitude.
Sinto-me inundado por cascatas de Luz que descem do chacra coronário até o coração (chacra cardíaco**).
Ternamente, aquele Ser luminoso diz dentro de mim:
“Meu filho, o Amor é a Fonte de toda Plenitude.
Dentro de cada Ser há um tesouro sutil guardado dentro da caverna espiritual do coração... Há Luz esplendorosa aguardando o despertar da consciência para além das camadas estratificadas do ego.
Deslize serenamente sua atenção para o centro do coração... Visualize que ele é feito de cristal branco transparente. Pense na Paz!
Comunique internamente a todos os seres, de coração a coração, as energias sutis da compaixão. Sinta-se unido com seus irmãos de evolução, mesmo que eles não saibam disso.
Abençoe a si mesmo e a todos!
Visualize um céu azul dentro do coração de cristal.
Pense na eternidade que está em cada Ser.
Meu filho, há uma corrente de Luz interligando o centro do coração ao chacra coronário. Viaje nela com alegria.
Nosso Amor é o mesmo Amor, nossa Luz é a mesma do Cristo.
A essa altura, todos os meus chacras estão preenchidos de Luz-Serena.
Lágrimas de agradecimento brotam espontaneamente.
Sinto que meu coração abraça muitas humanidades em muitos lugares do universo e que meu chacra coronário não tem só mil raios, tem trilhões de sóis.
Possuído por essa Plenitude Pacífica, vejo surgir do alto a forma de uma pomba branca.
Ela pousa no alto de minha cabeça e fica ali quietinha.
Então, o Ser luminoso diz novamente:
“Minha criança, a Paz do Cristo está em nós.
Mentalize sempre essa pomba branca pousada em sua cabeça.
Pense continuamente no Bem de todos e siga nas ondas do Amor.
Paz, Paz, Paz.”
 
P.S.:
Gentilmente, esse amigo de outras esferas pediu-me para escrever esse relato.
Agora, momentos depois de escrever, ainda sinto suas energias aqui no ambiente.
E a pomba branca ainda está pousada sobre minha cabeça.
O meu chacra frontal*** parece um fulcro de Luz.
Em uma condição dessas, repleto de riqueza espiritual, só me resta dizer ao Ser de Luz: “obrigado, querido!”
 
- Wagner Borges – mestre de nada e discípulo de coisa alguma.
(Texto extraído do livro “Falando de Espiritualidade” – Editora Pensamento.)
 
- Notas:
* Chacra Coronário – é o centro de força situado no topo da cabeça, por onde entram as energias celestes. É o chacra responsável pela expansão da consciência e pela captação das ideias elevadas. É também chamado de chacra da coroa. Em sânscrito, o seu nome é “sahashara”, o lótus das mil pétalas. Está ligado à glândula pineal.
(A pineal é a glândula mais alta do sistema endócrino, situada bem no centro da cabeça, logo abaixo dos dois hemisférios cerebrais. Essa glândula está ligada ao chacra coronário, que, por sua vez, se abre no topo da cabeça, mas tem sua raiz energética situada dentro dela. Devido a essa ligação sutil, a pineal – também chamada de “epífise” – é o ponto de ligação das energias superiores no corpo denso e, por extensão, tem muita importância nos fenômenos anímico-mediúnicos, incluindo as projeções da consciência para fora do corpo físico).
** Chacra Cardíaco – é o centro de força responsável pela energização do sistema cardiorrespiratório. É considerado o canal de movimentação dos sentimentos. Por isso, é o chacra mais afetado pelo desequilíbrio emocional. Bem desenvolvido, torna-se um canal de amor para o trabalho de assistência espiritual. Está ligado à glândula timo. O seu nome, em sânscrito, é “Anahata”, o inviolável, o invicto, o som sutil do espírito imperecível.
*** Chacra Frontal - é o centro de força situado na área da glabela, no espaço espiritual interno da testa. Está ligado à glândula hipófise – pituitária - e tem relação direta com os diversos fenômenos de clarividência, intuição e percepções parapsíquicas. É o chacra da aprendizagem e do conhecimento. Em sânscrito ele é conhecido como “Ajna”, o centro de comando.
Obs.: Chacras – do sânscrito – são os centros de força situados no corpo energético e têm como função principal a absorção de energia – prana, chi – do meio ambiente para o interior do campo energético e do corpo físico. Além disso, servem de ponte energética entre o corpo espiritual e o corpo físico.
Os principais chacras são sete, que estão conectados com as sete glândulas que compõem o sistema endócrino: coronário, frontal, laríngeo, cardíaco, umbilical, sexual e básico.
Ver o texto “Chacras e Cura Psíquica – II”, no seguinte link do site do IPPB: http://www.ippb.org.br/bioenergia/chacras-e-cura-psiquica-ii
(E, para mais informações detalhadas sobre bioenergia, aura e chacras, ver a seção específica no site do IPPB, no seguinte link: http://www.ippb.org.br/bioenergia).
 

Texto <1551><17/03/2017>

 

ImprimirEmail