1574 - VIAJANDO NAS ONDAS DO AMOR QUE AMA SEM NOME...

1574 viajando nas ondas do amor que ama sem nome
 
VIAJANDO NAS ONDAS DO AMOR QUE AMA SEM NOME...
 
Olha lá, na linha do horizonte...
Surgiu o sol do Samadhi*.
Ah, meu coração, venha sentir...
O que o Divino nos enviou.
Vamos viajar nas asas do Amor imperecível...
Muito além dos sonhos,
Nas ondas da assistência espiritual,
Que se espraiam nas areias do infinito espiritual.
Vamos surfar nessas ondas de Amor puro...
Ali está Paramahamsa Ramakrishna** nadando...
Nas águas de Ananda***.
Vamos viajar espiritualmente...
Naquelas luzes plenas de Shanti****.
Olha lá, Jesus e Krishna estão sorrindo...
Ah, meu coração, é tanto Amor vertendo do sorriso deles...
Veja aquela cascata de Luz azul e dourada...
Jorrando bálsamos sutis nos planos densos.
Você sente as miríades de seres engolfados na dor da ignorância?
Você sente o abraço silencioso dos Budas?*****
Olha o sol do Samadhi e sinta o Amor incondicional.
Vamos viajar nessa onda sutil...
Ah, meu coração, vamos abraçar os sofredores do caminho.
Vamos canalizar essa Luz em silêncio.
Vamos abraçar a todos incondicionalmente...
Nas luzes daquela compaixão que a tudo compreende.
Pois é só o Amor que nos leva...
(Somos todos pequenos servidores do Amor Que Gera a Vida).
 
P.S.:
Esses escritos são muito pobres para falar do infinito Amor que toca as dobras secretas do coração espiritual e, em seguida, ascende ao topo da cabeça para a festa das mil luzes da consciência cósmica. São apenas palavras, balbuciando sobre aquele contentamento íntimo que preenche a alma nos momentos de intercâmbio com o Divino.
 
- Wagner Borges – nas ondas daquele Amor que não se explica, só se sente...
 
- Notas:
* Samadhi – do sânscrito - expansão da consciência; estado de consciência cósmica.
** Paramahamsa Ramakrishna: mestre iogue que viveu na Índia do século XIX e que é considerado até hoje um dos maiores mestres espirituais surgidos na terra do Ganges. Para se ter uma ideia de sua influência espiritual, posso citar que grandes mestres da Índia do século XX se referiram a ele com muito respeito e admiração, dentre eles o Mahatma Ghandi, Paramahamsa Yogananda e Rabindranath Tagore.
*** Ananda – do sânscrito – estado de bem-aventurança; êxtase espiritual.
**** Shanti - do sânscrito – paz espiritual; paz do coração.
***** Buda - do sânscrito - O Iluminado; Aquele que despertou! Palavra derivada de “Buddhi”, que significa “Iluminação Pura” ou “Inteligência Pura”. Ou seja, quem alcança o estado de Buddhi, torna-se um Buda, um Ser iluminado e desperto.

Texto <1574><01/07/2017>
 

Imprimir Email