1587- UMA PRECE AO MELHOR DO TEU SER. - II*

1587 uma prece ao melhor do teu ser ii
 
 
 
UMA PRECE AO MELHOR DO TEU SER. - II*
(Com Alma Celta em Coração de Menino)
 
Que as dores do teu passado sejam transformadas em pura Luz.
Que a tua aura** tenha as cores do arco-íris.
Que tu não te esqueças da tua origem espiritual.
Que as lindas canções continuem te encantando.
Que tu nunca desistas de melhorar a cada dia...
Que tu honres tua passagem pela Terra.
Que tu tenhas grande respeito pelos idosos.
Que em toda criança, tu vejas o selo do Eterno.
Que teus braços fortes levantem os mais fracos.
Que tu esclareças aos que sabem menos, com respeito.
Que tuas mãos sejam de Luz e teus passes sejam radiantes.
Que tu nunca permitas que roubem a espiritualidade de teu Ser.
Que tu nunca te afastes do Círculo da Luz.
Que tu olhes para as montanhas com admiração.
Que o momento da aurora seja mágico para ti e o crepúsculo também.
Que tu saibas tirar grandes lições das provas da vida.
Que o Amor seja teu guia, mesmo que ninguém entenda os motivos.
Que os espíritos luminosos te protejam e que tu os respeite.
Que todo dia seja de recomeço e que tu agradeças a Presença.
Que tu vejas grandes maravilhas nas pequenas coisas da vida.
Que tu ores pelos que partiram para as estrelas...
Que tu respires com todos os bebês que respiram pela primeira vez.
Que tu reverencies os teus pais e avós por terem te trazido à Terra.
Que tu orientes os teus filhos na senda da Luz e do Bem.
Que tu sejas fiel aos teus amigos físicos e extrafísicos.
Que, durante o sono do teu corpo, tu continues viajando espiritualmente***...
Que a Presença**** abençoe a tua jornada, hoje e sempre.
 
P.S.:
Que esses escritos digam algo ao teu coração.
Que nada te separe do Amor da Presença.
Que o teu caminho espiritual não agrida o caminho dos outros.
Que tu tenhas discernimento em cada escolha.
Que os espíritos das brumas te inspirem.
Que tu estejas protegido no Círculo da Luz.
Que a alma celta permeie essas linhas...
(Ah, que o teu coração reconheça algo, em Espírito e Verdade.)
 
(Dedicado aos guardiões espirituais que operam na atmosfera extrafísica dos ensinamentos celtas e que, de vez em quando, sussurram algumas coisas ao meu coração, sempre de forma lúdica e serena... sempre em Nome da Presença.)
 
 
Paz e Luz.
 
- Wagner Borges – mestre de nada e discípulo de coisa alguma.
São Paulo, 27 de setembro de 2017.
 
- Notas:
* A primeira parte desse texto está posta nesse link: http://www.ippb.org.br/textos/912-uma-prece-ao-melhor-do-teu-ser
** Aura – do latim, aura - sopro de ar – halo luminoso de distintas cores que envolve o corpo físico e que reflete, energeticamente, o que o indivíduo pensa, sente e vivencia no seu mundo íntimo; psicosfera; campo energético.
*** Projeção da consciência – é a capacidade parapsíquica - inerente a todas as criaturas -, que consiste na projeção da consciência para fora de seu corpo físico.
Sinonímias: Viagem astral – Ocultismo.
Projeção astral – Teosofia.
Projeção do corpo psíquico - Ordem Rosacruz.
Experiência fora do corpo – Parapsicologia.
Viagem da alma – Eckancar.
Viagem espiritual – Espiritualismo.
Viagem fora do corpo – Diversos projetores extrafísicos e autores.
Emancipação da alma (ou desprendimento espiritual) – Espiritismo.
Arrebatamento espiritual - autores cristãos.
**** A Presença - metáfora celta para o Todo que está em tudo.
Quando os antigos iniciados celtas admiravam os momentos mágicos do alvorecer e do crepúsculo, costumavam dizer: "Isso é um assombro!" E assim era para todas as coisas consideradas como manifestações grandiosas da Natureza e do ser humano.
Ver o brilho dos olhos da pessoa amada, a beleza plácida da lua, a alegria do sorriso do filho, ou o desabrochar de uma flor eram eventos maravilhosos.
Então, eles ousavam escutar os espíritos das brumas, que lhes ensinaram a valorizar o Dom da vida e a perceber a pulsação de uma PRESENÇA em tudo.
A partir daí eles passaram a referir-se ao TODO QUE ESTÁ EM TUDO como a PRESENÇA que anima a Natureza e os seres.
Se a luz da vida era um assombro de grandiosidade, maior ainda era a maravilha da PRESENÇA que gerava essa grandiosidade. Perceber essa PRESENÇA em tudo era um assombro! E saber que o sol, a lua, o ser amado, os filhos, as flores e a Natureza eram expressões maravilhosas dessa totalidade, levava os iniciados daquele contexto antigo da Europa a dizerem: "Que assombro!"
Hoje, inspirado pelos amigos invisíveis celtas, deixo registrado aqui nesses escritos o "terno assombro" que sinto ao meditar na PRESENÇA que está em tudo.
E lembro-me dos ensinamentos herméticos inspirados no sábio estelar Hermes Trismegisto, que dizia no antigo Egito:
"O TODO está em tudo! O Inefável é invisível aos olhos da carne, mas é visível à inteligência e ao coração."
O TODO ou A PRESENÇA, tanto faz o nome que se dê. O que importa mesmo é a grandiosidade de se meditar nisso; essa mesma grandiosidade de pensar nos zilhões de sóis e nas miríades de seres espalhados pela vastidão interdimensional do Multiverso, e de se maravilhar ao se perceber como uma pequena partícula energética consciente e integrante dessa totalidade, e poder dizer de coração: "Caramba, que assombro!"
Obs.: Enquanto eu passava essas linhas a limpo, rolava aqui no meu som a linda canção “Show Me”, do Yes (a grande banda inglesa de rock progressivo que tanto amo e que já embalou muitos momentos mágicos de minha vida). Então, para quem quiser aprecia-la também, deixo, na sequência, o seu link do Youtube.
Yes – “Show Me” - https://www.youtube.com/watch?v=xugC77heNco
 

Texto <1587><01/10/2017>

Imprimir Email