1714 - BRAHMAN, O SUPREMO!

 
 
1714 brahman o supremo
 
BRAHMAN, O SUPREMO!
 
Dentro do lótus do coração, Ele habita, onde, como os raios de uma roda, os nervos se encontram. Meditai n’Ele como OM*.
Facilmente podereis atravessar o mar da escuridão...
Esse Eu, que tudo compreende, que tudo sabe, e cuja glória está manifestada no universo, mora dentro do lótus do coração, o trono brilhante de Brahman**.
Ele é conhecido pelos puros de coração.
O Eu existe no homem dentro do lótus do coração, e é o mestre da sua vida e de seu corpo. Com a mente iluminada pelo poder da meditação, os sábios O conhecem (o abençoado, o imortal).
O nó do coração, que é a ignorância, se afrouxa, todas as dúvidas se dissolvem, todos os efeitos malignos das ações são destruídos, quando Ele, que é, ao mesmo tempo, pessoal e impessoal, é percebido.
No fulgurante lótus do coração habita Brahman, que não possui paixões e é indivisível. Ele é puro, ele é a Luz das luzes.
Ele é alcançado pelos conhecedores do Eu.
O sol não O ilumina, nem a lua, nem as estrelas, nem o relâmpago – nem, na verdade, fogos acesos sobre a Terra.
Ele é a Luz que dá luz a tudo.
Quando Ele brilha, tudo brilha.
Esse Brahman imortal está na frente, esse Brahman imortal está atrás, esse Brahman imortal se estende para a direita e para a esquerda, para cima e para baixo.
Verdadeiramente, tudo é Brahman...
E Brahman é Supremo."

(Texto extraído do Mundaka Upanishad***).
 
- Notas de Wagner Borges:
* OM - do sânscrito - é o principal mantra da cosmogonia hinduísta; é o Verbo Divino (em sânscrito, Shabda ou Pranava), que vibra espiritualmente em todas as coisas. É o som da criação. É o canto de Deus em tudo. É o som espiritual dentro de todos os seres. Resumindo: é o mantra do Todo em tudo!
** Brahman – do sânscrito - O Supremo; O Grande Arquiteto Do Universo; Deus; O Amor Maior Que Gera a Vida. Na verdade, O Supremo não é homem ou mulher, mas pura consciência, além de toda forma. Por isso, tanto faz chamá-Lo de Pai Celestial ou de Mãe Divina. Ele/Ela é Pai-Mãe de todos.
*** Os Upanishads - a parte final dos Vedas, as sagradas escrituras da Índia antiga. Trata-se dos ensinamentos inspirados dos grandes rishis da Índia antiga, compilados e colocados ao final dos Vedas.
Obs.: Ver o texto “Upanishads (A Mensagem dos Rishs)”, nesse link:
 

Texto <1714><14/11/2019>
 

Tags: Wagner Borges

Imprimir