CANÇÃO DA PAZ III

As pessoas criam lendas e isso não é necessário.
O essencial é sentir por si mesmo que a maior canção está aí mesmo:

É a vida com todo o seu leque de experiências.
A inspiração está nela, sem dúvida!

Por isso, não diga amém para nenhum ser superior:
- Diga apenas "LUZ" para todos os seres.

Não siga nenhum guru atrás de iluminação interior:
- Siga apenas o ritmo da vida, com o verdadeiro guru de todos: "A EXPERIÊNCIA".

Não procure o equilíbrio no coração de outras pessoas:
- Ache-o em você mesmo e encontre o "AMOR".

Não se iluda com as aparências, pois as coisas nem sempre são o que parecem ser:
- Procure enxergar além das formas e veja a "ALMA".

Não deixe os dramas humanos lhe arrastarem para o caos:
- Encaixe os seus sentidos na "MÚSICA" e relaxe.

Não dependa de Jesus, Buda, Krishna ou Maomé para salvar a sua alma:
- Observe o que vai no seu coração e encontre a "PAZ".

"Cia do Amor" - A Turma dos Poetas em Flor -
(Recebido espiritualmente por Wagner Borges; São Paulo, 07 de julho de 1992.)

- Síntese: Quem participa de campanhas de doação de alimentos e roupas para pessoas carentes (eu mesmo participo e organizo várias delas mediante a arrecadação nas palestras que faço) está fazendo um serviço muito legal e louvável. Porém, quem participa de campanhas de esclarecimento consciencial a favor dos outros também está fazendo um trabalho fantástico. O diferencial está em que quem se esclarece procura ajudar livremente e sem amarras com sistema algum. Trabalha alegre e livre do peso doutrinário e não busca paraíso algum, pois sabe que o céu e o inferno são estados conscienciais internos e que cada um carrega o seu dentro do próprio coração. Céu e inferno são portáteis, cada um leva o seu naquilo que pensa, sente e faz na vida.

- Amparadores: A assistência dos amparadores extrafísicos é intangível e invisível. Só pode ser percebida pelos sentidos sutis. Como ensinava o sábio Hermes Trismegistro no Antigo Egito: "O inefável é invisível aos olhos físicos, mas é visível à inteligência e ao coração."

- Oportunidades: Aproveite bem o concurso das horas e das oportunidades. Você é um aluno da sala Terra no educandário do Universo. O seu corpo é o uniforme, a sua vida é mais uma série a ser aprendida e a experiência é sua preceptora. Você poderá fazer uma boa vida letiva ou levar bomba no fim da mesma. Tudo o que você apresentar em sala de aula será levado em consideração nos exames gerais. Seus pensamentos, sentimentos e ações serão avaliados no contexto geral de uma turma. E você, só você, poderá determinar se quer ser um bom aluno ou alguém que quebra a carteira, rasga o caderno e inferniza a aula dos outros alunos. Os diretores da escola são muito bons, mas não são bobos.

- Cada um dá o que em seu interior: O esclarecimento e a assistência consciencial efetuados por cada um derivam naturalmente do seu estado íntimo. Isso me lembra um trecho do Evangelho apócrifo de Tomé: "Um dia, passavam Jesus e seus discípulos por um homem, que lhes proferiu injúrias em altas vozes; mas Jesus lhe retrucou só com amabilidades. Então, seus discípulos lhe perguntaram por que respondia com boas palavras a quem lhe proferia más palavras? Ele lhes respondeu: "Cada um dá do que tem em sua despensa."

- O TODO: A vibração do nome do TODO é impronunciável na linguagem humana. Porém, o coração generoso é capaz de sintonizá-la apenas chamando-a de Mãe Divina ou de Pai Celestial. O que a boca não consegue pronunciar nem a mente entender, o coração espiritual pode sentir, sorrir e religar-se. O TODO é Pai-Mãe de todos os seres.

- Vias de Deus: Concluo esses escritos com um trechinho passado espiritualmente pelo espírito Rama há muitos anos:

"Na jangada do tempo escolha a sua direção:
VIA NORTE PARA O AMOR.
VIA SUL PARA A PAZ.
VIA LESTE PARA A LUZ.
VIA OESTE PARA A ALEGRIA.
Na verdade, pouco importa o caminho que você escolheu. Afinal, todos eles
vão dar em DEUS."

Paz e Luz.
- Wagner Borges - São Paulo, 22 de fevereiro de 2002.


* Pessoal, como eu estava falando com vocês na última 4a feira, na hora em que eu estava escrevendo o texto "Na Colônia Espiritual do Enlêvo" aqui em casa, o amparador que me inspirou disse-me algumas coisas sobre espiritualidade e posturas das pessoas. Comentei isso por alto com vocês durante o grupo de estudos. Agora estou postando o resumo de dois toques dele aqui para reflexão de vocês:
1. "Quem não respeita o trabalho espiritual do qual participa não merece o respeito do universo por si mesmo."
2. "Quem compactua com entidades trevosas está fazendo o pior negócio possível."

Obs: fica muito fácil perceber as coisas de alguém pelas suas energias. E isso pode ser percebido até por e-mails. Portanto, não olhe as letras da telinha do computador como algo sem vida. Palavras portam atmosferas e revelam muito do que segue dentro de quem escreve ou fala. Alguns revelam em seus e-mails até mesmo as obsessões ocultas de que padecem (sempre sem perceberem o buraco onde se enfiam e sempre achando que a culpa de seus infortúnios é dos outros ou passando-se por vítimas) no que postam. E isso é fácil de perceber pelas energias. Se as pessoas que participam de listas na internet tivessem isso mais em conta, certamente que aproveitariam melhor a possibilidade de trocarem informações legais pela internet. Muitos problemas seriam evitados e muitos mal-entendidos também.

Tudo é energia! É bom que as pessoas tomem consciência disso, principalmente aquelas que estudam a Espiritualidade. Repassando o toque de Ramakrishna em outro texto: "A Espiritualidade é fácil, difícil é o ego!"

- Nota: Esses escritos foram passados originalmente para o grupo de estudos e assistência espiritual do IPPB. É parte de um material sobre responsabilidade e maturidade consciencial. Estou reproduzindo-o integralmente aqui porque poderá ser útil para a reflexão sadia de outros grupos e espiritualistas, da mesma forma que serviu para nossa própria reflexão e aprendizado.

ImprimirEmail