CANTANDO E RINDO COM O TIO II

(No Astral ou na Terra, Azul é a Cor do Mar)
 
Ninguém sabe o que se passa dentro do coração da gente.
Quem só liga para a aparência das pessoas e das coisas, só vê a casca.
Por isso a galera se engana muito e apronta o que não deve.
O legal é ver a qualidade de cada um; a música que cada um faz.
Tem gente que toca muito bem; e outros entornam o caldo feio.
Cara, somos todos moleques! Na Terra ou no Astral, a coisa pega.
O que cada um faz revela o que está em seu próprio coração.
Quem faz maldades estraga a própria música e ferra a si mesmo.

 * * *

 A alegria cura um monte de troço dentro da gente.
Só não vê quem não quer: fazer o mal faz mal, até para quem faz!
E a maldade deixa seqüelas e corrompe a luz do espírito.
Mas tem cara que só saca isso depois que morre e deixa o corpo.
É fora da carne que se vê quem é o verdadeiro otário!
Quem vive e não canta direito, já era!

* * *

Olha, faz assim, meu irmão.
Entra na jogada e depois você me diz.
Enche a sua testa de azul, tranqüilamente.
Depois, desce até o seu peito e enche tudo de rosa-lindo.
Vai com calma, só na manha. Faz tudo limpo e lindo.
Faz de conta que ainda é cedo e deixa falar o coração.
Tudo é muito além do que se imagina. E o amor também é...
Azul em cima; rosa no peito; e o amor fazendo a festa.
O Papai do Céu está em tudo! Brother, Ele é o cara!

* * *

A Terra - linda bola azul girando no espaço - é nossa irmã.
Nela, nós limpamos a área e aprendemos a engatinhar nas lições.
Acima dela, brilham as estrelas, também nossas irmãs.
Em cada luz, novas lições; em cada um, novas canções.
E todos nós vamos seguindo, na Terra ou no Astral, bem vivos...
Assim como seguem vivendo outros seres das estrelas, também nossos irmãos.
Nesse jogo da vida universal, quem manda é o Papai do Céu.
Ele é o cara! E conhece o coração e a canção de cada um.
 
 P.S.:
Azul da cor do mar - bem no centro da testa.
Rosa-lindo no peito - o amor é o que vale.
Faz de conta que ainda é cedo e deixa falar o coração.
A alegria cura e faz viver direito; aí a canção fica boa, de verdade.
E é cantando que o Tio vai nessa, só na manha, na luz do Papai do Céu.
 
- Companhia do Amor -
A Turma dos Poetas em Flor.
(Recebido espiritualmente por Wagner Borges - São Paulo, 10 de julho de 2007.)
 
 
Nota:
 O primeiro texto do Tio está postado no site do IPPB, no seguinte endereço específico: http://www.ippb.org.br/textos/companhia-do-amor/cantando-e-rindo-com-o-tio
A Companhia do Amor é um grupo de cronistas, poetas e escritores brasileiros desencarnados que me passam textos e mensagens espirituais há vários anos. Em sua grande maioria, são poetas e muito bem humorados. Segundo eles, os seus escritos são para mostrar que os espíritos não são nuvenzinhas ou luzinhas piscando em um plano espiritual inefável. Eles querem mostrar que continuam sendo pessoas comuns, apenas vivendo em outros planos, sem carregar o corpo denso. Querem que as pessoas encarnadas saibam que não existe apenas vida após a morte, mas, também, muita alegria e amor.
Os seus textos são simples e diretos, buscando o coração do leitor.
Para mais detalhes sobre o trabalho dessa turma maravilhosa, ver os livros "Companhia do Amor - A Turma dos Poetas em Flor - Volumes 1 e 2" - Edição independente - Wagner Borges, e sua coluna no site do IPPB (que é uma das seções mais visitadas no site): www.ippb.org.br.

ImprimirEmail