FALANDO SOBRE O EGO DAS APARÊNCIAS, NA LATA!

(Detonando a Futilidade do Ego e Suas Ilusões, Como Deus Mandou!)


Saudações, menina bonita e feia.

Isso mesmo: linda por fora, estranha por dentro.

Plasticamente falando, você é um colosso!

Porém, emocionalmente falando, você é um desastre!

Até agora, você tem usado sua beleza física para impressionar as pessoas e o meio à sua volta. Isso tem dado certo, pois no meio físico a aparência conta muito.

Só que, a aparência também engana muito.

Até aí, tudo normal, o mundo é assim mesmo.

Mas há um problema em sua equação: suas emoções medíocres.

Usando sua beleza física, você tem manipulado e amarrotado a expressão criativa dos outros. Com o ego inflado, você tem machucado muita gente.

Sua beleza é grande, mas a sua arrogância é enorme!

E o seu vazio existencial é tão fundo...

É de doer, ver tanta beleza misturada com tanta tolice!

Bela e feia, alta (de altura), e baixa (de emoções), essa é você!

Muita gente, depois de observar como você machuca os outros, se questionou:

“Será que Deus enfiou um ser diabólico nesse corpo angelical?”

Nada disso! Você não é demoníaca nem é espírito das trevas, é só mais uma garota iludida com a forma física, perdida num mar de emoções desencontradas.

A sorte é que sua cura vem chegando; o grande cirurgião da natureza está a caminho.

Ele se chama Dr. Tempo!

E, com o perdão da redundância, ele tem todo tempo para fazer seu serviço.

Alguns dizem que ele é relativo; outros, que ele é só mais uma ilusão sensorial.

Entretanto, ele não liga para o que os homens falam a seu respeito.

Ele simplesmente passa... e suas marcam ficam.

São chamadas de rugas, e não são relativas.

Botox, plástica, cremes faciais... ah, quem poderá deter o grande cirurgião?

E você, menina linda e feia, está na mira dele, desde que nasceu.

Sua juventude passará, e a beleza carnal decairá, naturalmente.

E, sem a ilusão da beleza física para impressionar o mundo, o que restará, minha cara?

Sem a parte linda de princesa, só permanecerá a bruxa malvada e triste.

Quando os seus seios e suas coxas não mais aguçarem os sentidos dos homens (que, na maioria das vezes, funcionam como bestas nessa história toda), só restará o seu vazio e o seu olhar triste.

De que adianta a embalagem de seu produto ser linda, se o seu conteúdo está estragado?

Ah, o Dr. Tempo irá curar você!

Com o vazio por dentro, e sem a beleza de fora para iludir, você será forçada a procurar novos rumos em sua maneira de ser.

Você descobrirá que, envelhecer não significa necessariamente amadurecer.

Tem gente que não baixa a crista; mesmo cheias de rugas, ainda se acham o máximo da beleza. Mas o Dr. Tempo conhece várias técnicas de cura para os arroubos do ego.

Se essa galera teimosa não aprende com as rugas, ele entra com alguma outra terapêutica.

Aí, entra em ação o reumatismo, ou algo que cause dor, para alertar sobre sua presença.

Ele é o tempo e, há muito tempo, conhece o tempo de cada um.

Menina, preste atenção!

O Dr. Tempo vem passando, relativamente, mas, deixando as rugas, absolutamente.

Será que sua beleza física também esconde uma burrice enorme, que não lhe deixa compreender isso?

Garota, vê se acerta logo o passo!

Pare de machucar as pessoas, abaixe essa crista, fique simpática, respeite e saiba se relacionar com a vida. Faça com que sua consciência e suas atitudes sejam mais lindas do que o seu corpo passageiro.

Una o útil ao agradável: consciência desperta em corpo saudável!

Embalagem linda com conteúdo fantástico!

Então, quando o Dr. Tempo trouxer as rugas, e a embalagem ficar meio amassada, ainda permanecerá sua consciência, cheia de conteúdo maravilhoso.

Bom, menina, não fique chateada com esse recado nem com o nosso papo.

Sempre falamos as coisas na lata, direto na veia, sem circunlóquios, como o Papai do Céu nos ordenou.

Tem gente que não gosta desse jeito direto, prefere voltas e floreios, para dourar a pílula.

Porém, aqui na Cia. do Amor não tem ninguém com linguagem melosa.

Por isso somos diretos. Mas somos legais! E leais...

Prometemos a Deus falar o que os outros não falam, na lata!

Não somos mestres nem santinhos do Além! Somos gente legal que mora no Céu.

Não temos compromisso com grupo algum, somos de Deus, nosso único chefe.

E, como Ele é muito ocupado com grandes questões cósmicas, mandou a gente aqui.

Enquanto Ele cuida do grande, nós nos ocupamos do pequeno: o seu ego!

E o Dr. Tempo fica com o departamento das rugas, reumatismo e outras lições.

Logo, não se aborreça! Apenas pense (se é que consegue) sobre o assunto.

Se pensar direito, Deus lhe transformará em poeta na próxima vida.

Então, você sempre será princesa linda, mesmo com o rosto enrugado.

Bom, por hoje chega, menina linda e feia.

Encontraremo-nos por aí, nas ondas do Dr. Tempo... Se Deus permitir.

Até mais!


P.S.: Esses escritos foram recebidos dentro de um avião, durante uma viagem entre São Paulo e Curitiba (onde estive no último fim de semana, realizando a 2ª fase do curso de projeção da consciência).


- Cia. do Amor* – A Turma dos Poetas em Flor.
(Recebido espiritualmente por Wagner Borges – Curitiba, 23 de marco de 2006).


- Nota de Wagner Borges:

A maneira irônica com a qual o pessoal da Cia. do Amor fala do tempo e das rugas, é para espetar (e despertar) o raciocínio nas pessoas apegadas aos valores físicos, que se iludem facilmente com fama, beleza, juventude e fortuna. É óbvio que eles não estão direcionando as “espetadas conscienciais” para aqueles que envelhecem com sabedoria e maturidade. Para algumas pessoas condicionadas com a beleza e a juventude, a simples possibilidade das rugas chegarem é um pesadelo. É nesse sentido que eles tocaram nesse assunto.
A essa altura, também ouso falar um pouco sobre isso. É verdade: envelhecer não significa amadurecer! Isso é evidenciado por aquelas pessoas que já têm idade física avançada, mas que se comportam e agem sem nenhuma maturidade. Em contrapartida, há jovens que apresentam atitudes maduras, bem acima de sua idade cronológica. Tudo isso é bastante relativo, pois nem sempre a idade psicológica de alguém é compatível com sua idade cronológica.

Há casos em que vemos uma pessoa com idade avançada, o rosto bem sulcado pelas rugas e os cabelos encanecidos, mas portando intenso brilho no olhar e motivadas em viver e aprender algo a mais. São idosas na aparência física, mas são joviais de ânimo. São jovens de espírito! São velhos novos!
Como exemplo oposto a esse, vemos pessoas jovens de físico, mas sem brilho no olhar e sem motivação para viver. São jovens de corpo, mas são murchos de ânimo. Estão desgastados de espírito! São novos velhos! Falta aquela faísca vital, por algum motivo (obviamente, excluindo os casos de doenças físicas ou problemas psicológicos ou psiquiátricos que justifiquem isso).
Como se observa, fica difícil avaliar quem são os verdadeiros jovens e velhos, ou velhos e jovens; o que se sabe é que o olhar brilhante de alguém e sua alegria de viver revelam motivações sadias, independentemente da idade cronológica.

Outro detalhe: não sei para quem está direcionado esse texto. Só sei que, como em todas as vezes anteriores em que o pessoal da Cia. do Amor me passou escritos assim, a mensagem sempre chegou a quem de direito. Além disso, quem sabe se o que eles expõem aqui não seja também útil para outras pessoas nas mesmas condições?
De toda forma, sempre faço a minha parte, que é receber e veicular o texto deles.
Logo, não tenho conhecimento dos detalhes particulares de cada caso apontado por eles.



- Nota:

* A Cia. do Amor é um grupo de cronistas, poetas e escritores brasileiros desencarnados que me passam textos e mensagens espirituais há vários anos. Em sua grande maioria, são poetas e muito bem humorados. Segundo eles, os seus escritos são para mostrar que os espíritos não são nuvenzinhas ou luzinhas piscando em um plano espiritual inefável. Eles querem mostrar que continuam sendo pessoas comuns, apenas vivendo em outros planos, sem carregar o corpo denso. Querem que as pessoas encarnadas saibam que não existe apenas vida após a morte, mas, também, muita alegria e amor. Os seus textos são simples e diretos, buscando o coração do leitor.

Para mais detalhes sobre o trabalho dessa turma maravilhosa, ver o livro "Cia. do Amor - A Turma dos Poetas em Flor" (Edição independente - Wagner Borges - 2003), e sua coluna no site do IPPB (www.ippb.org.br), que é uma das mais visitadas do site.

Obs.: Para enriquecer esses escritos, reproduzo logo abaixo um outro texto da Cia. do Amor, que apresenta idéias semelhantes. Foi extraído do livro “Cia. do Amor – A Turma dos Poetas em Flor”.





=======
O TEMPO
=======

Desde quando o primeiro homem se questionou: “Há quanto tempo existe o tempo?”

Este homem levou um tempo questionando isto, e, ao aperceber-se do fato, ele criou a noção do tempo na Terra.

Desde então, já se passou muito tempo e ainda passará bastante tempo até o homem tomar consciência realmente de que o tempo não existe. Só que para chegar a esse raciocínio, o homem precisa de tempo para pensar nisso. Enquanto ele vai pensando no tempo, ao mesmo tempo, o tempo vai passando e seu corpo vai envelhecendo.

No tempo certo, a morte aparece e lhe diz que seu tempo acabou. Ele desencarna, passa para o Além e continua estudando o mistério do tempo. No tempo certo, a vida aparece e lhe diz que seu tempo livre no Espaço acabou. Ele reencarna, veste uma roupa de carne para mais um tempo no planeta Terra e continua questionando quem é o tempo.

Como sempre, o tempo continua passando, na Terra ou no Além, sem lugar para qualquer espécie de questionamento.

O tempo não se importa com as várias teorias formuladas sobre ele. Inclusive, ele, o tempo, sabe que há mais por vir, basta que haja tempo para isso. E isso, ele sabe que tem de sobra, pois

existe desde o início dos tempos e tem muita experiência acumulada.

Uma coisa é certa: o tempo traz consigo a oportunidade da experiência evolutiva para todos os seres. Independentemente de qualquer avaliação intelectual, o tempo porta uma mensagem evolutiva que só os seres mais experientes conhecem:

EM QUALQUER TEMPO, É SEMPRE TEMPO DE CRESCER!

- Cia. do Amor - A Turma dos Poetas em Flor.

ImprimirEmail