GENTE, GENTE... TUDO PASSARIM! III

Saudade não tem fim...
É algo assim, assim.
Bate forte no peito;
Ressoa forte na alma.

Ah, o coração da gente é passarim.
Ele sente, e ninguém explica.
Quer voar pelas estrelas...
Mas, primeiro, precisa aprender a amar.

Sim, tudo vai bem, como Deus quer...
Tudo passa, e o tempo leva...
Mas o vento da vida venta, lá e cá.
E tudo muda na dança do viver.

A vida é uma onda no oceano do infinito...
O amor viaja pelas estrelas.
Mas ele gosta mesmo é do coração da gente.
Que é passarim do infinito...

No fundo do peito, ele bate asas.
Quer voar pelas estrelas...
Às vezes, o coração da gente parece gaiola.
Ah, passarim, passarim... Que saudade!

Quando o Papai do Céu chama, a gente vai...
Voando igual passarim etéreo.
Para morar no Coração d’Ele, na Luz.
E o Amor nos abraça...

Ah, o passarim conhece muitas canções.
Pois a inspiração venta, lá e cá...
E o coração da gente se encanta.
E o Papai do Céu ri dentro de nós.

A vida é a mesma onda, lá e cá...
É sempre infinita, sempre passando.
E o coração da gente viajando...
Como Deus quer.

Saudade não tem fim...
Porque o passarim é eterno.
É algo assim, assim.
E nunca foi do corpo, mas da alma.

Ah, passarim, quantas coisas para aprender...
No infinito da vida.
Tudo passa, tudo muda.
E algumas canções voam, lá e cá...

Lá e cá, planos da vida infinita...
E dentro do coração da gente,
Há um passarim querendo voar.
Mas, primeiro, precisa aprender a amar.

P.S.:
Ninguém morre.
É só o passarim que decola,
Para voar além...
No Coração do Eterno.
Saudade não tem fim...
Nem o passarim.
É algo assim, assim.
Igual ao Amor que se sente,
E ninguém explica.
Igual à vida, que também não se explica,
Só se sente.

(Dedicado ao Papai do Céu, que ri dentro do coração da gente.)

Mais um beijo para os leitores.
(Voem, voem, voem... Com amor...)

- Companhia do Amor** –
A Turma dos Poetas em Flor.
(Recebido espiritualmente por Wagner Borges – São Paulo, 27 de agosto de 2009.)

* As duas partes anteriores desse texto estão postadas no site do IPPB – www.ippb.org.br -, nos seguintes endereços específicos:
Parte I - http://www.ippb.org.br/modules.php?op=modload&name=News&file=article&sid=6442
Parte II - http://www.ippb.org.br/modules.php?op=modload&name=News&file=article&sid=6446
** A Companhia do Amor é um grupo de cronistas, poetas e escritores brasileiros desencarnados que me passam textos e mensagens espirituais há vários anos. Em sua grande maioria, são poetas e muito bem humorados. Segundo eles, os seus escritos são para mostrar que os espíritos não são nuvenzinhas ou luzinhas piscando em um plano espiritual inefável. Eles querem mostrar que continuam sendo pessoas comuns, apenas vivendo em outros planos, sem carregar o corpo denso. Querem que as pessoas encarnadas saibam que não existe apenas vida após a morte, mas, também, muita alegria e amor. Os seus textos são simples e diretos, buscando o coração do leitor.
Para mais detalhes sobre o trabalho dessa turma maravilhosa, ver os livros "Companhia do Amor - A Turma dos Poetas em Flor – Volumes 1 e 2" - Edição independente - Wagner Borges, e sua coluna no site do IPPB (que é uma das seções mais visitadas no site): www.ippb.org.br

ImprimirEmail