CAMINHOS

Caminhos Incertos,
Escuros, com a vida
Em preto e branco.
Os passos me levam para algum lugar
Que não sei onde...
Não sei onde vou chegar,
Pois tudo que olhamos
Está fora do lugar, além da compreensão.
Busco a certeza, por minhas próprias mãos,
E encontro portas fechadas e
Janelas trancadas..
Mas a esperança renasce a cada dia,
Junto com o nascer do sol,
Pois sei que, embora muitas tentativas
São sem sucesso,
Um dia abrirei os olhos e encontrarei
O caminho que semeei nas minhas andanças
Pelo universo.
Aonde quero chegar?

Pego-me pensando,
Nos dias que perdi, trilhando caminhos
Que eu não deveria seguir.
Em busca da felicidade, encontrei apenas
Caminhos tortuosos e sem brilho
Caminhos escuros, dolorosos, tristes...

Hoje busco a luz, e encontro um caminho alternativo.
Hoje me sinto diferente, me sinto pequeno,
Diante de algo que é imenso e imperecível.
Algo que acredito ser a verdade.
O que eu antes buscava fora de mim,
Hoje sei que está dentro de mim,
No meu coração.

Levanto os meus olhos e busco encontrar
A verdade superior, e o que sinto na minha busca
É apenas o meu peito cheio de amor,
Para compartilhar com todos.

Minha alma busca alcançar algo que vejo nos sonhos.
Não quero mais acordar, pois no Divino
Eu sinto a felicidade e o amor de um amigo.
Sua voz é como as ondas do mar, que trazem
Para a areia a esperança de algo novo.
Nele eu encontro a segurança de continuar
Sempre buscando...


- Fernando Golfar -

 

Imprimir