EXPERIÊNCIAS FORA DO CORPO E ASSISTÊNCIA ESPIRITUAL: JORNADAS EM QUE TODO MUNDO GANHA!

(Texto Postado Originalmente na Lista Voadores* da Internet)


- Por Frank -


Certa vez, enquanto estava fora do corpo, percebi que sentia o mundo astral por todos os cantos. Via pelas costas, ouvia com os dedos, sentia o céu com os fios de cabelo e percebia que poderia ir parar em qualquer lugar, mas acabei voltando para o corpo. Muitas possibilidades para a minha consciência primata.

Lição: Precisava treinar a concentração.

Em outra vez, quis ir parar no Pão de Açúcar e fui parar na Padaria do Sr. Porfírio.

Lição: precisava treinar direção.
Numa outra vez, decidi usar o que tinha de sobra para ajudar os Amparadores extrafísicos**. É claro que não estou falando da minha lucidez, uma vez que minhas projeções conscientes são tão raras quanto grana na carteira depois da enxurrada de contas. O que ofereci foi minha energia densa, mas, acreditando que os Ampara-projetores de araque eram míopes, escrevi no contrato (em letras pequenas): "doarei minha energia, mas vê se quebra essa e me leva para dar umas voltas".

Eles fizeram o que pedi, porém fui dar realmente umas voltas com eles lá pelas bandas do Umbral***.

Lição: precisava aprender a pedir e a treinar o coração.

Em outra fase, só pensava em PROJEÇÃO, PROJEÇÃO E PROJEÇÃO... e entrei num recesso projetivo que me levou à quarta lição: precisava treinar o equilíbrio.

O que quero dizer é que o desenvolvimento projetivo depende da história de cada um, e as lições com a projeção extrafísica, apesar de individuais, no final unem tribos, facções, listas e religiões.

Nessa lista, por exemplo, tem projetor extrafísico de todos os tipos: tem projetor de experiências, projetor de assistência e tem projetor que faz as duas coisas, mas, no final todos nós, interessados no tema, saímos ganhando.

É muito válida a experiência por si, tanto que estão aí os relatos do Roberto Pineda**** com suas descobertas incríveis que tanto ajudam a gente. Assim como as assistências são também muito importantes quando feitas com intenção, vontade sincera de ser útil.

Lembro-me que na fase em que ajudava muito extrafisicamente, eu me lembrava mais. Vivia me pré-disponibilizando para o auxílio espiritual, mas isso não causou dependência, porque percebi, desde cedo, que embora tenha tido uma “asinha” me ajudando a voar no começo, se eu quisesse continuar a sair conscientemente, teria que limpar minha própria fralda.

Outra coisa que foi se tornando bem clara, também, foi o fato que a projeção,

pelo menos para mim, e para outros tantos, era uma ponte para outras coisas.

Cedo ou tarde, todo estudante do assunto acaba percebendo a mesma coisa e

encontra a sua própria direção, coração e equilíbrio. Nem precisará mais do livro,da palestra sobre o tema, do Amparador ou dessa mensagem, para sacar que a projeção

vai levando todos para um caminho de descoberta, que servirá para ser usada inclusive nesse plano físico mesmo, ou seja, tudo o que você aprender por lá, será usado aqui, mesmo se você não se lembrar.

A questão diária nessa lista é aprendermos juntos com todos os estudos do assunto, e não virarmos fanáticos do tema, CDFs, chatos (caxias), ou delfins da projeção da consciência.

Tem projetor que vai buscar o Amparador, outros vão sair rodopiando pelos

céus astrais por conta própria, mas todos vão se desenvolvendo, de um jeito ou de outro, no seu próprio ritmo. Por isso estamos aqui, por isso ainda estamos encarnados, tendo a chance de sair do corpo por um tempo e descobrir.

A coisa mais bacana que alguém me disse no começo dos meus estudos, foi que a projeção me daria a oportunidade de descobrir por mim mesmo se ela era real ou apenas crença. E isso ocorreu com experiências, assistência, com a ajuda de Amparadores, dessa lista, dos relatos de vocês e com o meu próprio bom senso para entender que todos os caminhos estão certos e são válidos para o aprendizado.

Projeção Já! - com ajuda, sem ajuda, mas nunca sem coração!



São Paulo, 08 de junho de 2005.

- Nota de Wagner Borges: Frank é o pseudônimo do nosso amigo Francisco, participante do grupo de estudos do IPPB e da lista Voadores. Depois de vários anos morando em Londres, ele voltou a residir em São Paulo, em fevereiro de 2005. Ele escreve textos muito inspirados e nos autorizou a postagem desses escritos. Há diversos textos dele postados em sua coluna da revista on line de nosso site e em nossa seção de textos periódicos, em meio aos diversos textos já enviados anteriormente. www.ippb.org.br



- Notas do texto (por Wagner Borges):

* A Voadores é a maior lista de discussão sobre projeção astral do planeta, contando atualmente com cerca de 2500 participantes - www.voadores.com.br

** Amparadores Extrafísicos: guias espirituais, mentores extrafísicos, protetores astrais, aliados extrafísicos, benfeitores espirituais.

*** Umbral: plano astral atrasado, plano espiritual denso, plano extrafísico inferior.

**** Roberto Pineda é projetor extrafísico, pesquisador independente do tema, e reside atualmente na cidade de Sorocaba, interior paulista. É participante das duas maiores listas sobre o tema na Internet: a Voadores e a lista Viagem Astral (http://hps.infolink.com.br/luiz.zahar/obe// ou http://br.groups.yahoo.com/group/viagem-astral/). Ele tem um site na Internet com os seus relatos extrafísicos e opiniões sobre os temas projetivos. O endereço específico é www.projecaoastral.cjb.net

Imprimir Email