OS QUATRO ELEMENTOS

Eu te saúdo, nuvem que passa.
Eu te saúdo, ar que respiro.
Ar que revela para a pessoa amada
Que quem ama não corre perigo.
Eu te saúdo, água corrente.
Eu te saúdo, água do rio.
Lava essas emoções que grudam na gente,
Para que eu descubra o que realmente sinto.

Eu te saúdo, fogo que queima.
Eu te saúdo, fogo da vida.
Transforma em cinzas as minhas certezas,
Para que eu descubra que não há verdade absoluta,
Apenas pontos de vista.

Eu te saúdo, terra em que piso.
Eu te saúdo, barro do qual meu corpo foi feito.
Um dia te devolverei meu corpo veículo,
Para descobrir que o que todos chamam de morte
É só um novo começo.

- Frank -
Londres, 30 de abril de 2003.

Imprimir Email