Falando de Sanat Khum Maat e Iniciações Extrafísicas

 Falando de Sanat Khum Maat e Iniciações Extrafísicas
 
 
FALANDO DE SANAT KHUM MAAT E INICIAÇÕES EXTRAFÍSICAS
 
Foi lá, no átrio do templo, que eu o encontrei pela primeira vez...
Ele me olhou profundamente, como quem vê o coração, e perguntou-me:
“O que você quer aqui? Se veio atrás de poder para se vingar dos seus inimigos, então dê meia-volta e se afaste do templo. Aqui não é lugar para pessoas medíocres!
Agora, se você veio para desenvolver a sabedoria de como perdoar a quem lhe ofendeu, então entre, pois aqui é a sua casa.
Descalce as sandálias e tire o pó do ego dos seus pés e de sua mente.
O solo em que você pisará é o mesmo por onde gerações de hierofantes* e iniciados espirituais caminham há eons e eons de tempo...
Venha, entre... E que o Eterno abençoe a sua estada aqui.”
Abismado com o que ele me disse, curvei a cabeça, com vergonha de mim mesmo.
Na verdade, eu queria mesmo desenvolver os poderes secretos de que tanto ouvira falar (provavelmente, para depois me gabar deles diante dos outros, ou mesmo para tirar proveito de alguma forma), mas, diante da sabedoria dele, quedei em meu intento.
De alguma forma, ele tocara o meu coração e por isso, minha mente se aquietou.
Então, entrei com ele no templo... O véu de minha ignorância foi retirado de vez.
Ele me ensinou que cada um dos chacras é como um pequeno templo psíquico** dentro de mim mesmo. E que eu deveria entrar em cada um com amor, humildade, respeito e paz, sem forçar a barra energeticamente. Ele me ensinou a vê-los como portais espirituais para outros níveis de consciência...
Ele também me ensinou a orar com o coração, não com a mente.
Ele me falou do Todo que está em tudo!*** Ele me disse que Ele é o Primeiro Amor dos iniciados, a Primeira Luz. E ensinou-me que, antes de qualquer prática ou estudo espiritual, eu deveria erguer minha consciência ao Alto e agradecer pela oportunidade de comungar com o Invisível Imanente.
Ah, ele me falou daquele axioma espiritual clássico, que reza o seguinte:
“Quando o discípulo está pronto, o mestre aparece!”
Mas também me alertou para o seguinte:
“Quando o servidor está pronto, o serviço aparece!”
Sim, foi com ele que eu aprendi que, “vencedor é somente aquele que vence a si mesmo!” E que, “o iniciado espiritual serve à Luz e não ao seu ego”.
Foi ele que me estimulou a deitar o corpo no leito para o descanso do dia, mas com a imagem da estrela prânica**** visualizada no chacra frontal... Para, assim, desprender-me temporariamente da matéria, para aprender e trabalhar nos planos extrafísicos***** com os mentores espirituais.
Ele me disse que iniciado espiritual é todo aquele que faz o Bem sem olhar a quem. E quem desperta a consciência não repara na cor de pele e nem julga nada, pois vê a todos como centelhas vitais do Todo.
Com ele, descobri que conhecimento não é sabedoria e que poder sem discernimento espiritual só leva à destruição e climas negativos.
Certa vez, ele me disse: “Quem é feliz, naturalmente faz o Bem, pois a Luz transborda de seus poros como “ouro da cura”, e seus olhos ganham o brilho das estrelas.”
Sim, foi lá, no átrio do tempo que eu o encontrei e tudo começou...
Ele me ensinou que o verdadeiro templo espiritual é dentro do nosso coração! E que, sem Amor, ninguém segue...
Ele trabalha em silêncio pelo Bem do mundo e não quer nenhuma ostensividade quanto à sua personalidade, pois se considera como um simples veículo do Todo.
Ele me disse: “Que importa o grau iniciático de alguém? Vale mais a Luz de cada um manifestada nas suas atitudes!”
Ele me acolheu como um filho e teve a paciência de me aturar...
Ele me disse: “Pegue a Luz lá no Céu e traga-a aqui para baixo, para compartilhá-la com os seus irmão em prova na carne. Trate a todos com respeito e jamais humilhe ninguém. Lembre-se: a alegria de um iniciado espiritual é compartilhar a Luz, por onde for...”
Ele, que eu vi hoje, em Espírito e Verdade.
Ele, que é mestre nas orientações sobre as experiências fora do corpo.
Ele, que é o hierofante de um tempo extrafísico, onde realiza diversas iniciações.
Ele, Sanat Khum Maat!******
(A quem eu agradeço, por ter me acolhido no templo e ter me aturado com Amor.)
 
P.S.:
Certa vez, Sanat Khum Maat me disse:
“Não se esqueça daquele ensinamento de Jesus, que diz assim:
‘De que adianta a uma pessoa ganhar o mundo, se ela perder sua alma?’
Então, que esse ensinamento jamais saia do seu coração!”
E hoje eu digo, “é uma honra seguir esse ensinamento”.
Pois é de Paz e Luz!
 
(Dedico esses escritos a todos os que estudam e praticam com amor e dedicação essa linda arte das experiências fora do corpo. Que os seus voos extrafisicos sejam felizes, com muito esclarecimento e assistência espiritual.)
 
- Wagner Borges - eterno aprendiz da vida...
São Paulo, 01 de fevereiro de 2015.
 
- Notas:
* Hierofante - dentro do contexto das iniciações esotéricas da antiguidade, era o mestre que testava os neófitos (calouros) nas provas iniciáticas.
** Sobre os chacras, ver o Texto “Chacras e Cura Psíquica – II”, postado no site do IPPB no seguinte link:
*** O Todo - expressão hermética para designar o Poder Absoluto que está em tudo. O Supremo, O Grande Arquiteto Do Universo, Deus, O Amor Maior Que Gera a Vida. Na verdade, O Supremo não é homem ou mulher, mas pura consciência além de toda forma. Por isso, tanto faz chamá-lo de Pai Celestial ou de Mãe Divina. Ele é Pai-Mãe de todos.
**** Estrela Prânica - do sânscrito, prana - a força vital; a energia - no contexto iogue é a estrela espiritual, manifestação do plano divino (ou seja, significa uma técnica iogue de concentração no olho espiritual. Consiste na visualização de uma estrela energética dentro de um círculo azul, que, por sua vez, está situado dentro de outro círculo amarelo dourado. Isso é visualizado no ponto energético entre as sobrancelhas - próximo ao ajna chacra, o chacra frontal).
Essa técnica foi ensinada por Krishna a Arjuna - e também é ensinada pelo sábio espiritual Vyasa. A estrela prânica também pode ser visualizada em qualquer um dos chacras principais, com destaque para o chacra cardíaco.
Para melhor compreensão sobre isso, sugiro ao leitor ver o texto "A Canção das Estrelas-Bebês", no seguinte endereço específico do site do IPPB:
***** Projeção da consciência – é a capacidade parapsíquica - inerente a todas as criaturas -, que consiste na projeção da consciência para fora de seu corpo físico.
Sinonímias: Viagem astral – Ocultismo.
Projeção astral – Teosofia.
Projeção do corpo psíquico - Ordem Rosacruz.
Experiência fora do corpo – Parapsicologia.
Viagem da alma – Eckancar.
Viagem espiritual – Espiritualismo.
Viagem fora do corpo – Diversos projetores extrafísicos e autores.
Emancipação da alma (ou desprendimento espiritual) – Espiritismo.
Arrebatamento espiritual - autores cristãos.
****** Para saber mais sobre o mestre extrafísico Sanat Khum Maat, ver o texto 139 - postado pelo site do IPPB no ano de 1999, onde revelo alguns detalhes sobre sua presença espiritual -, no seguinte endereço específico:
Há outros textos dele postados na seção de textos periódicos do site enviados semanalmente - www.ippb.org.br. Devido à profundidade de seus apontamentos, é um dos mentores mais queridos dos leitores, que, frequentemente, enviam e-mails pedindo mais textos de sua autoria espiritual.
(A coletânea de textos espirituais de Sanat Khum Maat está publicada em meu oitavo livro: "Ensinamentos Extrafísicos e Projetivos", lançado pela Editora Madras, em 2005 - o livro pode ser encontrado nas livrarias e também pode ser adquirido diretamente no IPPB, ou por telefone, e ser enviado pelo correio).
Obs.: Para enriquecer esses escritos, deixo na sequência um dos textos prediletos que recebi de Sanat Khum Maat.
 
ENSINAMENTOS ESPIRITUAIS DE SANAT KHUM MAAT - II
(Mais Projeção da Consciência, Maturidade Espiritual e Dicas Psicofísicas)
 
"Durante o sono, o corpo sideral de um homem pode ser projetado para fora do seu corpo físico pelo poder da imaginação, e atuar à distância com um fim determinado."
- Paracelso, in "Philosophia Sagax" (Europa, Séc. 16) -
 
* * *
 
Irmão de ideais, acalme o seu mental e aquiete suas emoções.
Relaxe os seus sentidos da carne, pois é hora de decolar para as excelsas moradas etéreas. Medite um pouco na Luz para apaziguar o seu corpo denso.
Pense em uma estrela (de cinco pontas, branco-prateada) pairando sobre sua cabeça. Dela fluem suaves energias que interpenetram sua cabeça pelo chacra das mil luzes (1).
Medite no Eterno e una os seus pensamentos na Luz da Estrela, símbolo espiritual dos iniciados. Abra a mente ao suave influxo psíquico da estrela...
Irmão, os mestres o chamam nos templos etéreos, moradas espirituais dos justos de mente e limpos de coração. Eles o aguardam no átrio interdimensional, naquelas vibrações superiores, onde as intenções insanas dos profanos jamais chegam, pois as emanações psíquicas pobres de conteúdo não suportam as alturas perenes da Espiritualidade real.
* * *
Consciente de seu potencial divino, deite seu corpo no leito e agradeça ao Supremo pelo dia que se foi (cheio de aprendizado e vivências necessárias ao seu progresso) e pela noite que se abre à sua frente (com outros aprendizados e vivências úteis à sua ascese evolutiva).
Dentro e fora do soma (2), o Todo é o seu mestre supremo!
É o Inefável, invisível aos seus olhos carnais, mas visível à sua inteligência e ao seu coração iniciado, que comanda os seus passos na Terra e os seus voos espirituais.
Enquanto o seu vaso físico repousa deitado na horizontal, ponha o seu espírito na vertical, ereto e digno, sereno e altaneiro, rumo ao Alto.
Irmão, é hora de decolar sua nave espiritual da base terrena para os níveis sutis compatíveis com os seus propósitos vitais. O combustível é a sua força de vontade; o discernimento é o seu piloto; e o Amor é o que o leva...
 
* * *
 
A viagem espiritual (3) é potencial natural de todos os homens, mas para o iniciado é algo a mais: é a fresta por onde o seu espírito voa para as moradas celestiais, seu lugar de origem. É a chance de aprender e trabalhar em outros campos de conhecimento. É oportunidade de haurir vibrações superiores e inspirações profundas, que posteriormente ele espargirá entre os homens, em sua manifestação diária.
Sair do corpo é relativamente fácil: basta relaxar o corpo adequadamente e aquietar o próprio mecanismo psíquico. Contudo, manifestar-se extrafisicamente com dignidade e sabedoria integradas na própria lucidez consciencial não é tão fácil. É necessário profundidade de objetivos e aspirações luminosas.
Muitos projetores saem do corpo e volitam extrafisicamente de forma lúdica e relaxante. Outros dançam nas correntes astrais, usufruindo da liberdade além da carne. Não há mal algum nisso; é apenas a condição natural e instintiva do psicossoma (4), veículo astral apropriado para a volitação (5) e fruição de energias mais livres de densidade. No entanto, ao longo de outras experiências, o próprio projetor notará que somente volitar à toa não mais o preencherá de contentamento. Uma parte dentro dele mesmo o impulsionará para outros objetivos e ele aspirará outros horizontes conscienciais.
Sob essas novas condições, os seus mentores extrafísicos o guiarão invisivelmente em jornadas astrais mais criativas, e para atividades conscienciais mais profundas, de labor, estudo e progresso na senda projetiva e humana.
 
* * *
 
Ao apagar das luzes deste pequeno ensaio projetivo, sugerimos aos estudantes e praticantes das viagens espirituais a reflexão consciente em cima dos seguintes apontamentos:
- O medo é o maior inimigo dos projetores, pois, além de acelerar os batimentos cardíacos, ainda desequilibra as energias do psicossoma. Portanto, combatam tenazmente o próprio medo que, na maioria das vezes, é reflexo de condicionamentos inculcados na mente por fontes variadas, sendo a principal delas a ignorância sobre as capacidades divinas residentes no próprio ser humano.
- A leitura específica dos temas projetivos, constante e disciplinada, liga a mente automaticamente aos planos extrafísicos, por pura associação de ideias. Ler perto da hora de deitar favorece os processos projetivos.
- Meditar regularmente facilita as projeções da consciência para além do corpo denso.
- Reconhecer-se como espírito imortal é fundamental!
- Para o iniciado espiritual, as noções de Bem e Mal são ilusórias, pois ele se baseia no Amor, que está acima de qualquer dualidade transitória e muito além da limitada moral humana (6). Portanto, prestar ajuda aos outros não constitui para ele um ato de caridade, mas apenas o óbvio, já que o seu próprio discernimento lhe diz que é o certo a fazer. Ele presta assistência espiritual e humana (física e extrafísica), não por obrigação, mas por Amor e Consciência. Ele se baseia na Cosmoética (7).
- Nem o corpo físico é inimigo, nem o corpo astral é maravilhoso. Ambos são apenas veículos de manifestação da consciência, que pode usá-los de forma medíocre ou maravilhosa. Meditem nisso!
- Quanto mais arrogante for o projetor, menor o seu brilho!
- Os projetores que prestam assistência espiritual aos sofredores dos dois mundos (terreno e astral), angariam muitos créditos de simpatia entre os amparadores (8) de todos os planos. Onde esses projetores se manifestarem, muitos olhos invisíveis estarão velando por eles.
- Pedimos aos estudantes e praticantes das viagens espirituais que sejam equânimes e sinceros em seus propósitos vitais. Sejam dignos, na Terra ou no Astral.
- Aos viajantes espirituais dedicados, bandeirantes do espírito, Paz e Luz.
 
- Sanat Khum Maat e Os Iniciados (9) -
(Recebido espiritualmente por Wagner Borges – Texto extraído do livro “Ensinamentos Extrafísicos e Projetivos” – Editora Madras.)
 
- Notas:
1. Chacra das mil luzes - metáfora para o chacra coronário, situado no topo da cabeça, por onde entra a energia celeste. Em sânscrito é conhecido como “Sahashara”, o lótus das mil pétalas.
Obs.: Chacras - do sânscrito - são os centros de força situados no corpo energético e têm como função principal a absorção de energia - prana, chi -, do meio ambiente para o interior do campo energético e do corpo físico. Além disso, servem de ponte energética entre o corpo espiritual e o corpo físico.
  Os principais chacras são sete – que estão conectados com as sete glândulas que compõem o sistema endócrino: coronário, frontal, laríngeo, cardíaco, umbilical, sexual e básico.
2. Soma - do grego - corpo físico; corpo denso.
3. Projeção da consciência – é a capacidade parapsíquica - inerente a todas as criaturas -, que consiste na projeção da consciência para fora de seu corpo físico.
Sinonímias: Viagem astral – Ocultismo.
Projeção astral – Teosofia.
Projeção do corpo psíquico - Ordem Rosacruz.
Experiência fora do corpo – Parapsicologia.
Viagem da alma – Eckancar.
Viagem espiritual – Espiritualismo.
Viagem fora do corpo – Diversos projetores extrafísicos e autores.
Emancipação da alma (ou desprendimento espiritual) – Espiritismo.
Arrebatamento espiritual - autores cristãos.
4. Psicossoma - do grego, psique, alma; e soma, corpo - significa literalmente “corpo da alma”, ou “corpo psíquico” - Expressão usada inicialmente pelo espírito André Luiz nas obras psicografadas por Francisco Cândido Xavier e por Waldo Vieira, nas décadas de 1950- 1960, que atualmente é mais usada pelos estudantes de Projeciologia.
Sinonímias: Corpo espiritual - Cristianismo - Cor. I, cap. 15, vers. 44.
Corpo astral - do latim, astrum - estrelado - expressão usada pelo grande iniciado alquimista Paracelso, no séc. 16, na Europa, e por diversos ocultistas e teosofistas posteriormente.
Perispírito - Espiritismo - Allan Kardec, séc. 19, na França.
Corpo de luz – Ocultismo.
5. Volitação - voo extrafísico (da mesma forma que a natureza do corpo físico é andar, devido à sua densidade, a natureza do corpo sutil é voar).
6. Sempre lembrando que os valores dos homens são relativos, e o que é sagrado para uma cultura, pode ser imoral para outra, dependendo do nível de condicionamento de cada uma delas.
7. Cosmoética - código de ética espiritual; moral cósmica; código de ética superior, cósmico – É o conjunto de valores elevados vigente nos planos extrafísicos avançados, pela qual se pautam as consciências em harmonia com as leis do universo.
8. Amparador extrafísico – entidade extrafísica e positiva que ajuda o projetor nas suas experiências extracorpóreas; mentor extrafísico; mestre extrafísico; companheiro espiritual; protetor astral; auxiliar invisível; guardião astral; guia espiritual; benfeitor espiritual.
9. Os Iniciados - grupo extrafísico de espíritos orientais que opera nos planos invisíveis do Ocidente, passando as informações espirituais oriundas da sabedoria antiga, adaptadas aos tempos modernos e direcionadas aos estudantes espirituais do presente.
Composto por amparadores hindus, chineses, egípcios, tibetanos, japoneses e alguns gregos, eles têm o compromisso de ventilar os antigos valores espirituais do Oriente nos modernos caminhos do Ocidente, fazendo disso uma síntese universalista. Estão ligados aos espíritos da Fraternidade da Cruz e do Triângulo. Segundo eles, são “iniciados” em fazer o bem, sem olhar a quem.
Para saber mais sobre o mestre extrafísico Sanat Khum Maat, ver o texto 139 - postado pelo site do IPPB no ano de 1999, onde revelo alguns detalhes sobre sua presença espiritual -, no seguinte endereço específico:
Há outros textos dele postados na seção de textos periódicos do site enviados semanalmente - www.ippb.org.br. Devido à profundidade de seus apontamentos, é um dos mentores mais queridos dos leitores, que, frequentemente, enviam e-mails pedindo mais textos de sua autoria espiritual. 
Obs.: A coletânea de textos espirituais de Sanat Khum Maat está publicada em meu oitavo livro: "Ensinamentos Extrafísicos e Projetivos", lançado pela Editora Madras, em 2005 - o livro pode ser encontrado nas livrarias e também pode ser adquirido diretamente no IPPB, ou por telefone, e ser enviado pelo correio.
 
 

ImprimirEmail