DANCE WITH MY FATHER II*

- Por Wagner Borges - A canção da gente nunca acaba. O universo nos escuta – e outras consciências também. O que se passa em cada coração sempre permanecerá... O cantor e a canção são expressões do mesmo Todo. Cada ser tem sua beleza e sua canção, que viajam no infinito... Dançamos com Nosso Pai, todo tempo, nas pistas do Eterno... Bailamos com o Ancião dos dias dentro do coração.
Nós e Ele, no centro da vida, com as estrelas girando em torno. Há canções secretas, que só Deus escuta. Não há morte, só canções de Deus, bem vivas. Cada ser é expressão imortal e musical d’Ele. Dançamos com Ele, todo o tempo. Sim, na Terra ou no Espaço, dançamos com Ele. Dançamos com Ele... Ele... Ele... forever! São Paulo, 10 de agosto de 2007.

Nota: * A primeira parte desse texto está postada na seção de textos periódicos do site do IPPB – é o texto 764 – www.ippb.org.br.

ImprimirEmail