DESPERTA!

Oh, tu! Que dorme nos braços de Morpheus,
Desperta!
Já é chegada a hora.
A Luz te chama.
O Sol do Samadhi (1) já despontou
Na linha do horizonte da consciência.
Abre o os olhos e vêm...
A senda está fresca e clama pelos teus passos.
Não te demores mais.
Ascende a luz do Sol do coração
Ao Sol do topo da cabeça,
Na coroa dos mil raios (2),
E saúde o Sol do Samadhi em ti mesmo.
A Luz te chama.
Desperta... E entra na senda.
E caminhe sem esmorecer.
Avante, e não te detenhas até alcançar a meta.
Tu és o Espírito Eterno, a Centelha Divina.
Por isso, não faças por menos: Desperta,
Pois a Luz te chama (3).

(Esses escritos são dedicados a Paramahamsa Ramakrishna.)

- Wagner Borges -

- Notas:
1. Samadhi (do sânscrito): Expansão da Consciência; Estado de Consciência Cósmica.
2. Coroa dos mil raios: Trata-se do chacra coronário, chamado em sânscrito “Sahashara”, “O Lótus das Mil Pétalas”.
3. Enquanto digitava essas linhas, lembrei-me de um outro texto (postado em 1998 como um dos textos periódicos enviados semanalmente pelo nosso site) que fala da ascensão das energias ao chacra coronário. Segue-se o mesmo na seqüência.
 

O AZUL DE KRISHNA

Quando a escuridão mais profunda cercar seu caminho, lembre-se do meu azul e do meu sorriso preenchendo sua consciência.
Lembre-se de que o fogo do discernimento está ardendo em seu ser. Por sua ação purificadora, as camadas do ego são obliteradas.

Aja em nome da virtude e não tema os aguilhões das trevas.
Siga a senda da boa vontade e seja digno dos objetivos.
Encha o tubo central de sua coluna com o azul de minha alma na sua.
Faça um rio azul ascender pela coluna e alcançar o lótus das mil pétalas (chacra coronário, no topo da cabeça).
Queime suas imaturidades no fogo da sabedoria.
Erga os olhos espirituais e veja o azul do céu na nave de seu coração.
Siga firme e fique contente, pois o azul do Senhor sempre protege aqueles que trilham o caminho da luz.

P.S.: Esse é o recado de Krishna para os viajantes dos caminhos espirituais.

- Ananda* -
(Recebido espiritualmente por Wagner Borges; São Paulo, 03 de outubro de 1998.)

- Nota:
* Ananda (do sânscrito): Bem-Aventurança; Êxtase Espiritual.
O amparador extrafísico que me passou espiritualmente esse texto usa o nome de Ananda em homenagem a Krishna. Segundo ele, pertencer as hostes espirituais de trabalhadores de Krishna já é motivo de alta felicidade espiritual.

ImprimirEmail