DIAS DE INICIAÇÃO – MOMENTOS ESPECIAIS DA ALMA

(Quando Morre o Orgulho e Surge a Compreensão Serena e Real)
 
- Por Wagner Borges -

Há coisas que são decisivas na evolução. Há decisões e passos que definem jornadas de vida. E a maneira como lidamos com isso pode acrescentar algo, ou não. Discernimento aliado com sentimentos reais ilumina a consciência. Às vezes, até mesmo o choro limpo e verdadeiro é capaz disso. É sempre bom falar com a voz do coração em cada palavra. Para que elas tenham o selo da Luz! Para que estejam em harmonia com a vida. Encontros, desencontros e reencontros fazem parte do crescimento humano. O importante é como reagimos e determinamos as causas que guiam nossos rumos. Toda causa gera seu efeito correspondente - na Terra ou no Invisível. Apego, birra, mágoa e teimosia fazem muito mal para o discernimento. Em contrapartida, mente aberta e coração generoso fazem muito bem. O perdão acrescenta mais luz ao Ser. É porta aberta para novas asceses evolutivas. A verdade, sem máscaras ou esquemas ilusórios, é o melhor remédio!

Levantar os véus do ego é o cerne das iniciações sérias. Um passo à frente na trilha muda muitas coisas... Sempre para melhor. Tergiversar no caminho é perigoso. É como negar a si mesmo a entrada em mais Luz. Há dias que são de iniciação, e que determinam repercussões... Algumas delas, sutis. Nestes dias, que são especiais, o Ser é testado seriamente. São dias de consecução! Por onde o Ser escolher seguir, presenças extrafísicas compatíveis seguirão junto... Isso é lei da vida. A cada um segundo suas obras. Causas geram efeitos... Grandes desobsessões são realizadas silenciosamente em dias assim. Tudo depende do que o Ser apresenta diante das provas e como faz sua trilha. Levantar o véu das ilusões não é difícil. Complicado é ver a verdade de frente. Pois, quando a Luz revela o olho espiritual, o Ser chora de coração aberto. Porém, se suas lágrimas forem luminosas, serão redentoras e iniciáticas. Todo iniciado já passou por isso e já chorou muito em silêncio. Sim, há dias de iniciação. São secretos. Determinam escolhas e companhias.

Quem compreende isto, abre o coração e se entrega ao Todo. Nestes momentos, só a prece dá forças ao Ser, para agüentar a força da Luz. E ninguém de fora poderá compreender tal condição. É dentro do Ser. Sim, o iniciado se segura nas Mãos do Ancião dos Dias, para vencer suas provas. Sabe que, sem Ele, tudo fica pobre e sem alma. Por isso, ora com respeito e amor. Toda transformação demanda tempo e esforço. Das trevas para a Luz. O processo é dentro do Ser, seu verdadeiro templo. É alquimia interior. Um passo à frente na trilha... Reencontro com a Luz e novas aberturas. Tergiversação na entrada do caminho... Choque nos muros de si mesmo e estagnação. A verdade é que cada um dá o que tem dentro de si mesmo. Quem quer mais luz, que busque a Luz! Quem ama realmente, sabe. O Todo* está em tudo!

P.S.: Como o sábio Thot** ensinava aos iniciados nas terras quentes do antigo Egito: "O Inefável é invisível aos olhos da carne, mas é visível à inteligência e ao coração." (Esses escritos são dedicados ao sábio mentor espiritual Ramatís). Paz e Luz. São Paulo, 09 de setembro de 2008.
 
- Notas:
* O TODO: expressão hermética para designar o Poder Absoluto que está em tudo. O Supremo, O Grande Arquiteto Do Universo, Deus, O amor Maior Que Gera a Vida. Na verdade, O Supremo não é homem ou mulher, mas pura consciência além de toda forma. Por isso, tanto faz chamá-lo de Pai Celestial ou de Mãe Divina. Ele é Pai-Mãe de todos.
** Toth - dentro da Cosmogonia egípcia antiga era o escrivão dos deuses, o mensageiro celeste, o grande iniciado. Posteriormente, os gregos o chamaram de Hermes Trismegistro, o três vezes grande.

ImprimirEmail