LUZ E SEMENTES CONSCIENCIAIS

(O Amor dos Iniciados!)

- por Wagner Borges -

Oh, Luz!
Mãe sutil dos homens e das estrelas.
O universo é tua vestimenta luminosa.
Cada ser é expressão do teu ser.
Cada estrela é um pensamento teu.
Cada vida é teu sopro vital.
Tu és a semeadora de sóis.
Tu és a incubadora de vida, mesmo nos abismos.
Pitágoras falava de ti, sempre admirado.
Hermes Trismegistro te escutava na canção das estrelas.
Orfeu tocava a lira em tua homenagem.
Os grandes iniciados sempre te amaram.

Oh, Luz!
Vida secreta do coração...
Mentora sutil de tudo!
Tu és o sonho bom dos iniciados.
Mãe, vivemos em teu manto estelar.
Tu conheces o que cada coração sente.

Aqui e agora, nos juntamos aos iniciados de todos os tempos e te agradecemos.
As esferas de Pitágoras, a sabedoria estelar de Hermes e a lira de Orfeu, todos eles te admiraram.
Eles te amaram tanto!
Inspirados neles, aqui e agora, nós te amamos também!

Oh, Luz!
Mãe de todos nós.

P.S.: Quando algo é feito com o coração aceso, tudo vira luz no olhar.
Quando algo é dito com o coração, só outro coração poderá compreender.
Há coisas que não são ditas, e outras, apenas sentidas; e só o coração perceberá.
Podemos estar em lugares diferentes neste momento, mas se os nossos corações estiverem acesos pelo amor, estaremos juntos numa mesma sintonia espiritual, que vence a distância e toca os nossos melhores sentimentos.
O coração sabe. Ele conhece. Ele ama!
Na eternidade da vida, em todos os planos de manifestação, ele pulsa no amor, assim como o universo pulsa no amor do coração de Deus.
E todos nós estamos Nele, agora e sempre!

São Paulo, 08 de abril de 2006.

ImprimirEmail