MÚSICA E ASSISTÊNCIA ESPIRITUAL II

(Vozes Sutis na Luz do Coração)

- Por Wagner Borges -

Procurem elevar os pensamentos, para uma Causa Maior que todos nós, Fonte Imanente da Vida Universal. Cada um do seu jeitinho, com sua expressão espiritual de liberdade ao se ligar com o Infinito, da maneira que quiser.
Abram o coração naquela sintonia do Amor Maior; esqueçam-se das coisas do seu dia-a-dia, seus problemas de trabalho, de família, e seus problemas pessoais. Soltem-se um pouco.
Observem o som da música e a atmosfera espiritual de que, juntos, nós participamos. Lembrem-se da presença dos amparadores** e amigos sutis, que ajudam a todos nós.
Lembrem-se de que, neste mesmo momento, muitas pessoas estão na correria do tráfego, para suas várias atividades de casa, de trabalho ou de estudo.
Outras, hipnotizadas em frente à televisão, condicionadas às novelas e noticiários. Outras mais, nos bares da vida, afogando as mágoas no álcool.
E ainda outras, mais espalhadas em vários cantos, utilizando-se de drogas, no amortecimento da consciência, na fuga de si mesmas.
Entretanto, nós estamos aqui, onde, juntos, nos conectamos a outra atmosfera, sutil, que não pertence a nenhum de nós, a nenhum espaço em particular, mas que é de todos que a sintonizam, por todo o planeta.
Independente de raça, cultura ou religião, é a mesma atmosfera de Amor Profundo, que dá origem a todos nós.
Observem o som da música, como permeia o ar e vai chegando até vocês...

* * *

Hoje, quando me levantei, tive a nítida percepção de que, neste dia, nada que fosse meu em particular seria importante, e que eu estaria sob a ação mediúnica direta de consciências extrafísicas, para determinadas finalidades.
Eu levantei sabendo que o dia não era meu! Que o dia seria para outras atividades, invisíveis e coletivas, das quais eu só sou o intermediário.
Eu fui fazer o programa de rádio*** e lá, um pouco antes da gravação, eu vi o lance espiritual que estava rolando. Achei que era só ali, direcionado para o programa. No entanto, ao chegar aqui, eu percebi que o lance também valeria para nossa reunião. E eu vou deixar que siga, por intuição...
Então, de olhos fechados e corações abertos ao Todo que está em tudo, com modéstia e serenidade, escutem essas palavras que vou projetar aqui, sob a influência dessa atmosfera sutil, em nome da Luz.

* * *
No meio da correria dos homens, o barulho, a agitação mental e física, em meio a tantas tragédias que ocorrem diariamente, muitas crianças morrendo de fome, muitas pessoas vitimadas pela violência, muita miséria, e muito sangue rolando... E um grande vazio dentro dos corações, com climas que fazem perder a esperança de dias melhores, climas pesados, que fazem o mais otimista dos homens baixar a guarda e a energia, e se entregar!
Contudo, algumas vozes espirituais se levantam e, mesmo em meio à agitação, projetam suas inspirações entre os homens.
Algumas vozes sutis ousam se levantar no silêncio, por entre os planos, e elas projetam suas energias, seus pensamentos e seus sentimentos, para que cheguem até aos homens de boa vontade, em seus corações, comunicando ânimo, força na jornada, inteligência para superar os desafios, e sentimentos altos para superar as dificuldades.
Essas vozes sutis se levantam, no silêncio, sabedoras de que não serão ouvidas por mentes agitadas. Mesmo assim, essas vozes espirituais se erguem, e elas falam diretamente ao espírito dos homens, em seus corações.
Às vezes, passam inspirações pela música, ou por intermédio de outros homens, nas condições apropriadas.
De quem são essas vozes sutis, que falam aos homens de boa vontade e os exortam a permanecerem serenos e firmes na jornada?
De quem são essas vozes que atravessam o infinito e chegam até nós, revestidas de músicas, de palavras amigas, e de inspirações plenas de energia?
São as vozes dos nossos entes queridos, que moram em outros planos, que se comunicam com todos nós, invisivelmente, mesmo que nós não saibamos disso. E, além deles, as vozes dos mentores espirituais de todas as tradições, que orientam a eles e a nós. Mais acima, a voz espiritual das grandes consciências que trabalham coletivamente, sempre em silêncio.
E, mais além ainda, a voz dos Devas... E a voz do TODO, que, invisivelmente permeia tudo.
Essas vozes espirituais vêm falando, há muito tempo, sobre os valores da consciência, sob não se deixar levar pela aparência das coisas; vêm alertando a todos sobre a prática do Bem, do esforço individual em crescer, evoluir, estudar, e seguir em frente...
Essas vozes espirituais sempre exortam a humanidade sobre o respeito ao próximo, o amor, a luz e o discernimento, e os homens teimam em não escutá-las, presos de estranha surdez consciencial.
Ah, essas vozes espirituais entram em contato com todos nós somente pelas vias do espírito... Quando mergulhamos no centro de nós mesmos e nos reencontramos e descobrimos que há uma luz dentro de nossos corações.
Uma luz que é a essência espiritual e que tudo sabe, tudo compreende, e que comunica, muitas vezes, aquilo que as vozes sutis vêm dizendo por dentro de nós mesmos, com os seus próprios pensamentos e sentimentos, que brotam, de forma aparentemente espontânea e que, na verdade, são delas, ligados à nós, pelas vias anímico-mediúnicas.
As pessoas fazem cerimônias, marcam datas, visitam tumbas, mas não entram em contato com essas vozes. Porque elas não estão a sete palmos para baixo da terra, nem estão no número de uma tumba, ou mesmo num cerimonial artificial, feita apenas por uma lembrança que estaciona na mente, mas não aquece o coração.
Não! Essas vozes espirituais não freqüentam cerimoniais áridos, secos de amor, idealizados apenas pelo condicionamento cultural, ou pela obrigação de alguém. Estas vozes espirituais só se ligam aos corações.
Não é necessária uma reunião para que elas se comuniquem. Basta apenas a sintonia entre os planos. E essas vozes ficam contentes quando vêem as pessoas reunidas em prol de objetivos maiores. Quando as vêem ligadas a sentimentos superiores, tendo a certeza daquilo que é tão importante em suas vidas.
Essas consciências extrafísicas, que são nossos irmãos, parentes e amigos de jornada espiritual, ficam muito contentes quando nós somos responsáveis espiritualmente com aquilo que estudamos e propomos. E elas nos saúdam de outros planos, mesmo que nós não as vejamos, mas elas estão lá, e vêem aqui.
E a presença delas, lá ou aqui, não pode ser motivo de choro ou luto, mas motivo de alegria e de abraços. E muitas dessas presenças espirituais, que nos acompanham, sequer as conhecemos nesta vida; são parceiros e parceiras, amigos e amigas de outras jornadas, e que não nos esqueceram. Nós não nos lembramos deles, mas eles se lembram de nós.
Há entes queridos que nós não conhecemos atualmente. Há amigos que nós não lembramos.
E, em qual condição essas vozes espirituais falam mais forte em todos nós? É justamente nos momentos de nutrição espiritual da meditação, silenciosa e individual. Ou mesmo nas reuniões espirituais em que se encontram - ou, melhor dizendo, se reencontram -, na mesma atmosfera de luz, nos mesmos propósitos, homens e mulheres, com qualidades e defeitos, trabalhando e estudando juntos.
Elas sabem da importância disso no mundo atual; percebem a importância e se reúnem e aumentam o contato espiritual, de alguma maneira.
Sim, nesse mundo de tanta tragédia e tanta tristeza, essas vozes espirituais se levantam e falam de vida e de luz, principalmente quando reunidas num trabalho na mesma egrégora****, no mesmo grande coração.
Nesse mundo cheio coisas complicadas e pessoas confusas, com tanta agitação e barulho, também existem músicas maravilhosas. E há pessoas maravilhosas reencarnadas aqui, no mesmo mundo, vivendo junto com a gente.
Sim, nesse mundo, onde as pessoas não são confiáveis nem para si mesmas, também há amigos leais e verdadeiros, que o céu colocou em nossas vidas. Amigos maravilhosos, que viajam junto na mesma Nave Mãe Terra, na mesma vida da gente.

* * *

Levem a atenção para o chacra cardíaco***** e visualizem uma esfera de luz cor de rosa no seu peito (como um poderoso sol rosa brilhante). Essa luz rosada é o amor de vocês. Suavemente, façam essa luz rosa se expandir para fora da caixa torácica, como um brilho que vai se ampliando e dilatando para fora.
Então, essa massa luminosa forma uma faixa de luz cor de rosa, que sai do peito alguns centímetros para frente. A seguir, essa faixa se volta para cima, faz uma curva no ar e entra pelos seus olhos.
Repetindo: uma faixa de luz cor de rosa se projeta do peito para frente e se volta para cima, esticando até seus olhos e enchendo-os de luz rosa... E fluindo para cima, por dentro, para o cérebro, em busca de um caminho para sair, que vocês mesmos escolhem: o topo da cabeça ou a nuca.
Entra o fluxo de energia e sai pelo ponto que vocês desejarem, suavemente. Uma faixa luminosa, sempre curvada à frente, para cima, e que entra pelos olhos.
Prestem atenção na música; pensem naquelas consciências espirituais que estão ligadas a vocês e, por entre os planos, projetem um abraço, um beijo, e alegria no contato.
Deixem a música passar por vocês, como médiuns dela. Que ela passe por seus chacras e se propague invisivelmente para outros seres, aqui da Terra, e além... Principalmente para aqueles que jamais ouviram algo assim.
Nesse planeta de agitação e barulhos, a música é algo maravilhoso, passando por pessoas maravilhosas, e chegando maravilhosamente a outros seres no espaço.
As vozes espirituais falam também através da música e, para quem compreende e sente, ela vai preenchendo o ar devagarzinho e vai crescendo.
Pensem no bem de todos, que essa música****** se propague para todos os planos. Pensem que isso é uma maravilha e irá curar outros, à distância, pessoas que não estão bem aqui e do outro lado. Pensem que essa música mora em seus corações, compartilhado-a com outros planos e seres, numa mesma maravilha que vai guiando seus pensamentos e sentimentos nas ondas sonoras. Deixem que ela guie suas energias... Na Luz... No Bem... Na Paz... Na Cura... Em nome do Eterno.

P.S.: Esses escritos são a transcrição de um lance espiritual que rolou durante um trabalho de irradiação energética com os 120 participantes do Grupo de Estudos e Assistência Espiritual do IPPB.

Paz e Luz.

São Paulo, 04 de junho de 2008.

- Notas:
* A primeira parte desse texto está postada no site do IPPB - www.ippb.org.br -, no seguinte endereço específico: http://www.ippb.org.br/modules.php?op=modload&name=News&file=article&sid=5759
** Amparadores Extrafísicos - entidades extrafísicas e positivas que ajudam o projetor nas suas experiências extracorpóreas; mentores extrafísicos; mestres extrafísicos; companheiros espirituais; protetores astrais; auxiliares invisíveis; guardiões astrais; guias espirituais; benfeitores espirituais.
*** O programa Viagem Espiritual está no ar desde 1999, e é uma das principais audiências da grade de programação da Rádio Mundial de São Paulo - 95.7 FM. O mesmo vai ao ar todas as 5as feiras, das 19h às 20h, e pode ser acompanhado diretamente pelo site da rádio na Internet: www.radiomundial.com.br.
**** Egrégora - do grego "Egregorien", que significa "velar", "cuidar" - é a atmosfera coletiva plasmada espiritualmente num certo ambiente, decorrente do somatório dos pensamentos, sentimentos e energias de um grupo de pessoas voltado para a produção de climas virtuosos no mundo.
É a atmosfera psíquica resultante da reunião de grupos voltados para trabalhos e estudos baseados na LUZ. Pode-se dizer que toda reunião de pessoas para a prática do Bem e da Virtude - independentemente de linha espiritual - forma uma egrégora específica, uma verdadeira entidade coletiva luminosa, à qual se agregam várias outras consciências extrafísicas alinhadas com aquela sintonia espiritual para um trabalho interconsciencial.
Provavelmente foi por isso que Jesus ensinou: "Onde houver dois ou mais em meu nome, aí eu estarei."
Muitos dizem que não se deve misturar egrégoras de trabalhos diferentes, porém, quando o Amor se manifesta, desaparece qualquer ideologia doutrinária, e só fica o que interessa: a LUZ.
No dia em que os homens despertarem para climas mais universalistas e cosmoéticos, com certeza esse mundo será melhor de viver.
Viva a LUZ, pouco importa o nome, o grupo ou a doutrina que fale dela. E viva os mentores espirituais que ajudam a todos, independentemente de credo, raça ou cultura esposada.
***** Chacra Cardíaco - é o centro de força responsável pela energização do sistema cardiorrespiratório. É considerado o canal de movimentação dos sentimentos. Por isso é o chacra mais afetado pelo desequilíbrio emocional. Bem desenvolvido, torna-se um canal de amor para o trabalho de assistência espiritual. Está ligado à glândula timo. O seu nome em sânscrito é "Anahata", o inviolável, o invicto, o som sutil do espírito imperecível.
Obs.: Chacras - do sânscrito - são os centros de força situados no corpo energético e que têm como função principal a absorção de energia - prana, chi - do meio ambiente para o interior do campo energético e do corpo físico. Além disso, servem de ponte energética entre o corpo espiritual e o corpo físico.
Os principais chacras são sete - que estão conectados com as sete glândulas que compõem o sistema endócrino: coronário, frontal, laríngeo, cardíaco, umbilical, sexual e básico.
****** Na noite desse trabalho, toquei uma coletânea com várias músicas apropriadas para relaxamento e expansão dos sentimentos. Eu mesmo montei essa seleção musical, extraída de vários CDs de música new age.
Como sugestão de trabalhos inspirados nessa área musical, deixo na seqüência os endereços dos sites de duas gravadoras nacionais que vêm lançando excelentes CDs para momentos intimistas, de prece, de práticas meditativas, ou para climas de elevação em reuniões espirituais.
- www.aradourada.com.br - Essa Gravadora tem relançado a maioria dos trabalhos de Oliver Shanti and Friends, além da excelente série de música chinesa e budista "Buddha and Bonsai" - 5 volumes.
- www.luamusic.com.br - Essa Gravadora tem relançado a maioria dos trabalhos de Aurio Corrá, o principal artista brasileiro da música new age.

Texto <901><05/12/2008>

ImprimirEmail