NO CÉU DO CORAÇÃO DO TODO, TODOS OS SERES...

(Quando se vê o Brilho das Estrelas no Céu do Coração do Homem)
 
- Por Wagner Borges -
 
Amigo, levante a cabeça e olhe para o céu.
Observe o brilho das incontáveis estrelinhas do Senhor da vida cintilando no firmamento.
Quando você desceu à Terra, elas já estavam ali.
Quando você partir, elas continuarão brilhando...
Você é um viajante cósmico. O seu corpo é passageiro, mas sua essência é eterna.
Você entra e sai dos corpos perecíveis, mas é o espírito o eterno aprendiz do Todo*.
Você á e a chispa divina brilhando no coração. Em sua luz habita Ele, o Ancião dos dias.
Encontre a você mesmo, na luz do coração, e você O encontrará!
E, maravilha das maravilhas, ao encontrá-Lo em você mesmo, você O verá nos outros.
Muitos lhe disseram: “Venha, Ele está aqui!”
Mas Ele também está ali, acolá, e em qualquer lugar...
Ele está em tudo! Tudo é Ele!
Amigo, levante os olhos e medite no infinito.
Lá em cima, na pele viva do espaço sideral, brilham as incontáveis estrelinhas de Deus.
Não chore mais, pois o Grande Alento do Divino habita em você mesmo.
O Grande Arquiteto Do Universo obra sutilmente em seu coração, de maneiras admiráveis.
Ele é o brilho dos seus olhos, a luz do seu coração e a inspiração de sua vida.
Ele é a respiração de tudo que respira! Você vive n’Ele, e Ele em você...
Tudo é Ele! Tudo é Ele! Tudo é Ele!
Saiba disso e maravilhe o seu coração.
 
P.S.: Levante a cabeça e olhe as estrelas, agora brilhando em seu coração.
Faça esse brilho chegar aos seus olhos, para você ver o infinito em cada ser.
E que isso seja um estado de consciência seu, não uma crença cega.
Medite no infinito. Recupere o seu brilho e seja feliz.
O amor mais lindo de todos sempre esteve com você. Não é possível tirá-lo.
Como dizia o grande poeta Kalil Gibran**, consciente e repleto desse amor:
“Se o amor estivesse na carne, eu o queimaria com ferros quentes, e ficaria em paz.
Mas está na alma, e é inatingível.” 
 
(Esses escritos são dedicados àqueles que, mesmo em meio ao materialismo alienante e às pressões diárias, ainda são capazes de sentir um grande amor pela existência. A eles, para quem a espiritualidade é um estado de consciência, não uma doutrina, que carregam o sol nos olhos e as estrelas no coração). 
 
Paz e Luz.
 
- Nota:
* O TODO: expressão hermética para designar o Poder Absoluto que está em tudo. O Supremo, O Grande Arquiteto Do Universo, Deus, O amor Maior Que Gera a Vida. Na verdade, O Supremo não é homem ou mulher, mas pura consciência além de toda forma. Por isso, tanto faz chamá-lo de Pai Celestial ou de Mãe Divina. Ele é Pai-Mãe de todos.
** Khalil Gibran (1883-1931) – ensaísta filosófico, romancista, poeta e pintor americano de origem libanesa, Gibran – cujo nome completo em árabe era Jubran Khalil Jubran – produziu uma obra literária marcada pelo misticismo oriental, que alcançou popularidade em todo o mundo. Suas obras mais conhecidas são: “O Profeta” e “Jesus – O Filho do Homem”.

ImprimirEmail