ORVALHO CELESTE E PRINCÍPIOS HERMÉTICOS

Obs. Esse texto foi enviado como texto periódico pelo nosso site, mas sem os textos que se seguem a ele (contidos na nota 3, ao final do mesmo), que aqui estão em conjunto.

Naquelas alamedas das almas atormentadas, cheias de flores ressequidas, desceu o orvalho do amor. Sob o influxo celeste, desceram, nos meandros umbralinos (1), as gotinhas da paz, chamando aos novos caminhos.

O orvalho do amor desceu e tudo mudou! As covas se iluminaram, as mentes se abriram e as flores desabrocharam.

Pelos portais espirituais, os anjos fluíram as gotinhas do amor, sob os auspícios do Cristo, o Hierofante (2) das almas em prova.
As gotinhas desceram e a seca da alma se foi. Em seu lugar, surgiram flores e esperança.

As almas passaram pelos portais floridos e foram acolhidas com carinho.

É isso: desceu o orvalho celeste e os corações se encantaram.

É apenas isso: a maravilha da assistência espiritual fazendo a seca acabar.

Bem-aventurados os que participam dessa tarefa!

O orvalho do Cristo desce em seus corações e, então, surge o sorriso da luz que se fez orvalho na ação do Bem!


- Anônimo –
(Recebido espiritualmente por Wagner Borges – São Paulo, 17 de março de 2004.)

P.S.: Esses escritos são a transcrição do que ouvi de um amparador extrafísico durante um trabalho de irradiação de energias do grupo de estudos e assistência espiritual do IPPB. Enquanto a turma (cerca de 110 pessoas presentes) se concentrava no trabalho de energia, apenas com as luzes azuis do salão acesas, eu escrevia no quadro, na penumbra mesmo, o que captei do amparador, que é ligado aos grupos extrafísicos que operam nas vibrações do Cristo.

Pela clarividência, vi por cima da casa, bem alto mesmo, uma imensa esfera luminosa que enviava energias para dentro do salão, de cima para baixo.

Ao mesmo tempo, via uma outra esfera energética idêntica, vários metros abaixo, bem fundo no subsolo, emanando energias para cima.

Os amparadores estavam usando o grupo como intermediário na mixagem das energias. Do resultado dessa mescla energética interdimensional, fluíram energias para diversos espíritos enfermos que estavam sendo assistidos nos níveis densos do plano astral (umbral).


Agradeço aos participantes do grupo pela qualidade das energias projetadas no serviço silencioso de assistência espiritual. Uma das preocupações que sempre tive no trabalho de esclarecimento projetivo e espiritualista, é ensinar aos grupos como irradiar energias para o bem geral da humanidade, sempre de forma incondicional. Sempre insisti nisso ao longo desses vinte e poucos anos em que faço palestras e cursos, pois de que adianta entupir grupos de informações conscienciais sobre isso e aquilo, se você não ensiná-los a pôr em prática o que aprenderam. De que adianta estudar só teoricamente esses temas, se não houver uma real capacitação das pessoas para serem úteis no contexto da vida com isso?

Nesse aspecto, sempre fico muito contente quando vejo um grupo irradiando energias e com os chacras acesos, a favor não só de si mesmos, mas também de todos os seres nessa vastidão interdimensional da vida.

Mais um detalhe: Observando aquelas duas imensas esferas energéticas, uma em cima e a outra embaixo, lembrei-me que na primeira parte da reunião, eu estava explicando para o grupo sobre os sete princípios herméticos (3) expostos no “Caibalion”. O segundo deles trata justamente do princípio de correspondência, e diz o seguinte:

“O que está em cima é como o que está embaixo;
O que está embaixo é como o que está em cima;
No milagre de uma só coisa.”


- Notas do texto:

1. Umbralinos: Ambientes extrafísicos densos; Sub-planos espirituais inferiores.

2. Hierofante: Nas tradições herméticas é o mestre iniciador, que testa e ensina o calouro (neófito) em meio às provas iniciáticas.

3. Para melhor compreensão desses ensinamentos herméticos, selecionei e postei logo abaixo alguns textos sobre o tema. São extensos, mas valem a pena, principalmente quando lidos em conjunto, pois formam uma sinergia interessante, que poderá inspirar os leitores mais atentos naqueles climas espirituais sadios e invisíveis.



---------------------
PRINCÍPIOS HERMÉTICOS
---------------------

(Resposta a um e-mail)

- Wagner, o que você entende sobre essa frase?:

"A correspondência nega a separação, a polaridade afirma a distinção!"

- Resposta:

“Olá, meu amigo.

Você colocou essa questão de forma muito genérica.

Esta frase evoca dois dos sete principais princípios herméticos: O princípio de correspondência ("O que está embaixo é como o que está no alto; o que está no alto é como o que está embaixo, no milagre de uma só coisa") e o princípio de polaridade ("Tudo tem dois pólos, opostos e iguais na analogia dos contrários").

O princípio de correspondência demonstra a interdependência energética do Universo interdimensional. Macrocosmos e microcosmos integrados (daí o simbolismo da estrela de seis pontas).

"O TODO está em Tudo!"

O princípio de polaridade nos remete ao conceito taoísta do Yin e Yang em constante interação. Ou seja, são aspectos diferentes da mesma causa onipresente (para os hermetistas, o TODO; para os taoístas, o TAO).

A correspondência demonstra que não há separação, pois o TODO está em tudo.

O que acontece no Universo afeta a todos interdimensionalmente.

Também é verdade que se o TODO está em tudo, tudo está no TODO.

A polaridade demonstra aspectos aparentemente diferentes, contudo, atraem-se mutuamente. Por exemplo: homem e mulher (humanos), sol e lua (astros), quente e frio (temperatura), alto e baixo (altura), corpo espiritual e corpo físico (formas energéticas, veículos de manifestação).

Fica difícil estudar em separado esses dois princípios herméticos, pois há uma interação entre os sete princípios, que são:

1. Princípio de Mentalismo (O TODO é mente).
2. Princípio de Correspondência.
3. Princípio de Vibração (Nada está parado; tudo se move; tudo vibra).
4. Princípio de Polaridade.
5. Princípio de Ritmo (Tudo tem fluxo e refluxo).
6. Princípio de Causa e Efeito (Toda causa tem seu efeito, todo efeito tem sua causa; esse é o princípio do Karma).
7. Princípio de Gênero (Tudo tem o seu princípio masculino e feminino).

Provavelmente você já leu o "Caibalion", dos Três Iniciados (Ed. Pensamento). Se não leu, procure ler, pois é obra fundamental para o claro entendimento dos princípios. Nesse livrinho está a melhor síntese hermética já produzida. O perfume espiritual de Hermes Trismegisto (Thot) permeia suas linhas*.

Dê uma olhadinha em nosso site, na seção de “Textos Periódicos” enviados pelo site (texto número 116: "Antigas Lições Espirituais").

- Wagner Borges -

Nota:

* O Caibalion está disponível on line integralmente no site Sintonia Saint Germain, no seguinte endereço: http://www.infolink.com.br/ssg/caibalion.htm. - Vale a pena dar uma olhada nessa obra maravilhosa, que porta aquela atmosfera espiritual dos grandes ensinamentos herméticos de outrora.



---------------------
INTERDIMENSIONALIDADE
---------------------

(Texto postado originalmente numa lista de discussão da Internet)


Olá, amigos!

Recentemente, alguns de vocês conversaram aqui na lista sobre a verdadeira procedência dos extraterrestres. Alguns opinaram que eles vêm de outros orbes. Outros, de dimensões paralelas. E outros mais, do futuro.

Com o grande volume de avistamentos no mundo inteiro, não há qualquer dúvida de que a Terra é visitada há muito tempo por esses seres.

Com bilhões de galáxias espalhadas pelo Cosmo, só alguém muito limitado acha que só tem vida na Terra. Devem existir no universo bilhões de planetas com humanidades semelhantes e diferentes da nossa, no mesmo nível evolutivo, mais avançadas e mais atrasadas, assim como devem existir bilhões de planetas sem vida também, pelo menos vida do jeito que entendemos.

São bilhões de galáxias, zilhões de dimensões, intrafísicas e extrafísicas, algumas talvez fora do nosso espaço-tempo e muitas possibilidades...

Disso tudo, a única coisa que tenho certeza é de que sabemos muito pouco sobre tudo isso.

Além disso, não podemos esquecer das miríades de galáxias que existem em nosso universo interior. E nem dos zilhões de sorrisos que precisamos externar na multidimensionalidade.

Há universos internos e externos, cheios de estrelas, afetivas e siderais, humanas e divinas, todas dançando na consciência do TODO.

O grande lance de tudo isso é que precisamos manter a mente aberta a todas as possibilidades, principalmente porque não sabemos muito nem de nós mesmos, quanto mais da imensidão cósmica...

De onde vêm os extraterrestreres?

De dimensões paralelas? De outros mundos? Do futuro?

Ou talvez, quem sabe, todas essas possibilidades estejam corretas, dependendo das circunstâncias.

O que é certo é que eles estão por aqui! E nós também!

Terrestres e extraterrestres, encarnados ou desencarnados, fazemos parte do mesmo TODO. Somos o UM!

Escrevendo essas linhas aqui no meio da madrugada, lembrei-me de um trecho do magnífico "Caibalion", maravilhosa obra hermética do início do século XX, de autoria dos Três Iniciados (Editado no Brasil pela Editora Pensamento):

"Não deveis cometer o erro de crer que o pequeno mundo que vedes ao redor de vós, a Terra, que é simplesmente um grão de areia em comparação com o Universo, seja o próprio Universo. Existem milhões de mundos semelhantes e maiores. Há milhões e milhões de Universos iguais em existência dentro da Mente Infinita do TODO.

E mesmo no nosso pequeno sistema solar há regiões e planos de vida mais elevados que os nossos, e entes, em comparação aos quais nós, míseros mortais, somos como as viscosas formas viventes que habitam no fundo do oceano, comparadas ao homem. Há entes com poderes e atributos superiores aos que o homem sonhou ser possuído pelos deuses. Não obstante, estes entes foram com vós e ainda inferiores, e com o tempo, vós podeis ser como eles ou superiores a eles; porque, como diz o iluminado, tal é o destino do homem.

A morte não é real, ainda mesmo no sentido relativo; ela é simplesmente o nascimento a uma nova vida, e continuareis a ir sempre de planos elevados de vida a outros mais elevados, por eons e eons de tempo. O Universo é vossa habitação e estudareis os seus mais distantes acessos antes do fim do tempo.

Residis na Mente Infinita do TODO e as vossas potencialidades e oportunidades são infinitas, mas somente no tempo e no espaço. E no fim do grande Ciclo de eons, o TODO recolherá em si todas as suas criações; porém, vós continuareis alegremente a vossa jornada, porque então querereis preparar-vos para conhecer a Verdade Total da Existência em Unidade com o TODO.

E, quando estiverdes na metade do caminho, estareis calmos e serenos; sois seguros e protegidos pelo Poder Infinito da Mente-Mãe.

Dentro da Mente Pai-Mãe, o filho mortal está na sua morada.

Não há nenhum orfão de Pai ou de Mãe no Universo"


- O Caibalion –

* * *

Só posso concluir esses escritos citando a sabedoria de Hermes Trismegisto:

"Medite:
Você veste o vestido para descer.
Você tira o vestido para subir!"

"Medite:
Você veio de uma estrela.
Está em uma estrela.
E irá para outra estrela.
Pouse suave!
Os mestres orientam!"

"O TODO está em tudo!"

PAZ E LUZ!


- Wagner Borges -
São Paulo, 27 de outubro de 1999.



-------------------------------------------------
VOANDO PELO CÉU DE ATHOR COM O SÁBIO DAS ESTRELAS
-------------------------------------------------

Ele veio de lugares distantes e pousou nas terras quentes do Antigo Egito.

Parecia um anjo, mas era um homem, semelhante aos da Terra.

Devido à sua sabedoria, foi acolhido como um mestre. No entanto, o que ele gostava mais era do contato com o povo simples do lugar.

Estava sempre de bom humor e seu rosto resplandecia quando sorria.

Seus olhos brilhavam como duas estrelas.

Ele compartilhava seus conhecimentos estelares com aqueles que já estavam preparados para o claro entendimento dos princípios que regem o Cosmo.

Após as aulas noturnas ministradas dentro dos templos iniciáticos, ele costumava projetar-se para fora do corpo físico junto com alguns discípulos.

Alçando vôo e singrando o céu de Athor (1), eles mais pareciam anjos luminosos, mas eram apenas pessoas iniciadas nas artes espirituais em plena ação. Nos planos extrafísicos, ele aprofundava as explicações, aplicava os exercícios apropriados e continuava compartilhando sua sabedoria.

Ele costumava dizer:

"Cada ser carrega uma luz no coração e é portador de sublimes potenciais a serem despertados.

Porém, antes disso, precisa ser provado no cadinho das experiências necessárias ao seu burilamento.

Precisa abrir o coração e servir ao Plano Maior.

Antes do acesso à Consciência Cósmica, primeiro as lições de humildade, responsabilidade, respeito às leis da natureza e a vontade de servir à evolução da humanidade no anonimato.

Trabalhar incessantemente sem os arroubos da arrogância, sempre consciente dos excelsos objetivos.

Nas trilhas da espiritualidade, não há espaço para objetivos mesquinhos e sabotagens diversas.

Quem almeja o despertamento da luz estelar em si mesmo, precisa harmonizar-se com os objetivos que busca e com a lucidez e o amor em suas atividades.

Não é fácil brilhar, só os fortes de espírito conseguem conviver com o brilho estelar aceso em si mesmos e, ao mesmo tempo, serem apenas seres humanos normais com todos os percalços inerentes a essa condição.

Cada homem tem asas espirituais, mas precisa aprender a abri-las.

Leva tempo para um homem transformar-se em anjo completamente, leva vidas e muita paciência.

Primeiro, há de treinar o anjo na carne, vida após vida. Lentamente, as asas de luz vibrarão na freqüência estelar adequada.

No devido tempo, a ascensão ocorrerá, não por motivações místicas ou religiosas, mas pelo próprio nível de consciência manifestado.

Ninguém está no mundo por acaso!

Só vence a roda reencarnatória quem apresenta serviço digno sem esperar nenhum tipo de recompensa ou reconhecimento. Só saem da Terra para os mundos felizes ou para os planos da pura luz, aqueles que operarem dignamente na freqüência do amor e dos ditames superiores.

E que ninguém se engane: não há como enganar a leis de causa e efeito! A cada um segundo a abertura e vibração de suas asas!"

Ele explicou os princípios herméticos da maneira mais simples, sua didática era perfeita. Ele trazia o conhecimento das estrelas diretamente ao coração dos homens.

Em sete conceitos fundamentais ele resumiu a ciência estelar:


1. Princípio de Mentalismo: "O TODO é pura consciência!" (O TODO está em tudo!).

2. Princípio de Correspondência: "O que está em cima é como o que está embaixo. O que está embaixo é como o que está no alto, no milagre de uma só coisa!" (O macrocosmo e o microcosmo integrados na percepção de quem sabe da UNIÃO!).

3. Princípio de Vibração: "Tudo vibra, nada está parado!" (Há vida em tudo! Tudo é energia!).

4. Princípio de Polaridade: "Tudo é duplo, tudo tem dois pólos, opostos e iguais!" (O jogo do chi - a força vital - em sua dupla manifestação natural: Yin e Yang; a analogia dos contrários gerando a pulsação vital!).

5. Princípio de Ritmo: "Tudo tem fluxo e refluxo; tudo tem suas marés; tudo sobe e desce; à direita e à esquerda; o ritmo é o equilíbrio!" (O sábio comanda os ciclos vitais obedecendo-os, nunca os violentando! Ele sabe que tudo tem sua época e que a balança oscila de acordo com o peso específico de cada ação. Por isso, ele é puro equilíbrio em seus passos! Ele sabe dançar no fio da navalha sem corromper-se!).

6. Princípio de Causa e Efeito: "Toda causa tem seu efeito; todo efeito tem sua causa; todas as coisas acontecem de acordo com a Lei. O acaso é um nome dado a uma lei não reconhecida. Existem muitos planos de causalidade, mas nada escapa a Lei!" (O TODO é causa. Na causa, o efeito! A cada um segundo suas obras!).

7. Princípio de Gênero: "O Gênero está em tudo; tudo tem os seus pólos masculino e feminino; o Gênero se manifesta em todos os planos!" (O princípio gerador está em tudo. No TODO, a Gênese de tudo. Na natureza dos seres e das coisas, a manifestação vital disso. Todo espírito é co-criador! O PAI-MÃE do universo manifesta-se em cada ser. Logo, o potencial criador está dentro de cada um!).

O sábio das estrelas ensinou essas leis herméticas para diversas gerações de iniciados que chegavam de vários lugares do mundo antigo para beberem na fonte de sua sabedoria.

Dotado da divina percepção, ele abria portais interdimensionais e observava espiritualmente os tempos futuros.

Em uma dessas vezes, ele viu alguém escrevendo em um estranho aparelho dotado de uma tela clara.

Acima dessa pessoa, havia um raio de luz branca incidindo diretamente em seu chacra coronário.

Ao seu lado, um espírito de porte real, austero, projetando um raio de luz azul marinho brilhante de seu chacra frontal ao chacra frontal do rapaz que escrevia. Vendo aquela cena futura, ele riu. Pois, sabia que o texto era sobre ele.

Sabia que os ensinamentos estelares passariam secretamente, de geração em geração, até o ponto de serem compreendidos exotericamente (2) pelas pessoas de vários níveis e procedências, até o ponto de serem veiculados por aparelhos estranhos em suas próprias casas.

O sábio refletiu sobre aquela visão.

Pensou:

"Será que as gerações futuras perceberão suas asas vibrando ao tomarem ciência dos princípios herméticos?

Serão impulsionadas pelos ventos da maturidade?

Sentirão o toque do infinito em seus corações e mentes?

Serão serenas em suas pesquisas espirituais?

Estarão munidas da devida paciência?

Serão fortes para enfrentarem seus medos e bloqueios de frente, como desbravadores espirituais das fronteiras dimensionais?

Estarão imbuídos de real valor em seus estudos?

Serão pessoas conscientes de que são estrelas do TODO viajando pelas vidas em corpos adaptados às suas necessidades de aprendizado e compreensão?

Terão certeza da própria imortalidade?

Serão pessoas lúcidas, amorosas, alegres, sensatas, responsáveis e equânimes em seus propósitos?

Singrarão os céus de Athor como anjos fora de seus corpos carnais?

Viajarão conscientemente para fora da Terra, rumo aos planos extrafísicos elevados para outros aprendizados, enquanto seus corpos dormem?

Agradecerão ao Supremo Comandante da vida as oportunidades de ascensão que cada experiência humana oferece?

Perceberão a UNIÃO?"

Terminada sua missão nas terras quentes do Antigo Egito, o sábio ascendeu às esferas superiores, além dos fugazes brilhos terrenos. Parecia um anjo, mas era apenas alguém conectado à Consciência Cósmica. Era apenas um ser realizado nas artes espirituais.

Não era apenas o iniciado, era o GRANDE INICIADO!

Não era como muitos iniciados de hoje, cheios de graus iniciáticos misturados com arrogância e egoísmo exacerbado.

Aquele homem-anjo-estelar era simples consciência e amor, sempre de bom humor, pleno de esperanças no futuro dos homens, da Terra e de outros orbes.

Seus ensinamentos estão marcados indelevelmente na pele espiritual do planeta e no coração dos iniciados responsáveis de todos os tempos.

Esse sábio das estrelas foi conhecido por diversos nomes ao longo da História: Toth no Egito; Hermes na Grécia; Mercúrio em Roma; Henoc para os judeus; Mensageiro de Osíris para os iniciados; Hermes Trismegisto (Trimegistus, Trimegistro), o Três Vezes Grande!

Aqui e agora, usando o "estranho aparelho" chamado de computador, registro o que Sanat Khum Maat, o amparador do raio azul no chacra frontal, diretor espiritual e inspirador desse texto, deseja passar:

"Oh, mestres da luz! Suas pegadas luminosas guiam nossos caminhos. Inspirem nossas jornadas, humanas e espirituais. Orientem nossos passos nas trilhas da vida e nossos vôos nos céus de Athor.

Que o Pai Osíris abra a lucidez em nossas consciências.

Que Hórus, o Filho divino, portador da luz, estimule o amor em nossos corações.

Que a Mãe Ísis, desveladora do véu da ignorância, vivifique o nosso ventre.

Que Maat, a Senhora da justiça, seja amparadora de nossos atos e escolhas. Que os ensinamentos do sábio das estrelas calem fundo em nós todos!

O TELESMA (3) de todos está aqui e sua força é convertida em terra, pela presença digna dos trabalhadores da luz abrindo suas asas na crosta do mundo! Com a ponta de um diamante espiritual, o sábio estelar gravou a chave de seus ensinamentos na alma do mundo e no coração dos justos:

ACORDE! RECORDE QUE VOCÊ É UM HOMEM, QUE VEIO DE UMA ESTRELA, QUE ESTÁ EM UMA ESTRELA E QUE IRÁ PARA OUTRA ESTRELA. POUSE SUAVE! OS MESTRES ORIENTAM!"

Ainda usando o "estranho aparelho" para escrever, lembro-me agora de outro de seus ensinamentos secretos:

"MEDITE: VOCÊ VESTE O VESTIDO PARA DESCER E TIRA O VESTIDO PARA SUBIR!"

Ele deixou seus ensinamentos nas terras quentes do Antigo Egito. Eles viajaram através das gerações.

Hoje, eles aquecem novos corações que viajam na jornada do conhecimento espiritual. Inspiram os iniciados de agora, não mais dentro dos templos iniciáticos, mas dentro das aglomerações urbanas, rente a rente com seus irmãos de caminhada, no "front" da vida moderna, submetidos às mais duras provas de sua caminhada ascensional: as provas dos relacionamentos humanos na prática!

Aqui e agora, desejo que as asas espirituais dos leitores estejam vibrando muito ao lerem esses escritos, pois as minhas asas estão vibrando muito por eu tê-los passado aqui na tela do "aparelho estranho".

PS: Escrevi tudo isso, mas sob a inspiração direta do amparador extrafísico Sanat Khum Maat (4).


(Esses escritos são dedicados aos meus amigos Vítor França e Tomás, companheiros que muito me ajudam nos programas da Rádio Mundial de São Paulo)


PAZ E LUZ!


- Wagner Borges -
(Carioca, sempre brincando, estrela e humano, igual a todos, com defeitos e qualidades, neófito da vida, calouro no amor e aprendiz das artes espirituais).
São Paulo; 21 de julho de 2000, às 07h22min.

- Notas:
1. Athor (Hator): "A Deusa da noite na cosmogonia egípcia".
2. Exotérico: "aberto"; "explícito". Não confundir com "Esotérico": "fechado"; "secreto"; "hermético".
3. Telesma: Na tábua de esmeralda de Hermes Trismegisto, famoso texto esotérico da Antigüidade, é a energia solar convertida em terra, ou seja: a luz aplicada na transformação! Trata-se da alquimia interior: o homem de ferro, velho, transformado pela luz no homem de ouro, renovado, dourado de amor e compreensão.
4. Sobre Sanat Khum Maat, o leitor poderá encontrar mais detalhes em nosso site nos textos 111, 138, 139, 203, 231, 337, 353, 357, 369, 371, 373, 411, 418, 463, 470, 478, 482 e 490 (na seção de textos periódicos enviados semanalmente).



----------------------------------------
TÁBUA DE ESMERALDA DE HERMES TRISMEGISTO
----------------------------------------

“Trata-se da expressão da verdade.

O que está embaixo é como o que está no alto, e o que está no alto é como o que está embaixo, no milagre de uma só coisa.

E como todas as coisas vieram e irão para o Uno, assim todas as coisas nasceram de cada coisa única.

O Sol é o pai, a Lua é a mãe, o vento a trouxe no seu ventre, a Terra é que a amamenta; o pai de todos, o Telesma de todo o mundo, está aqui; sua força é preservada se ela é convertida em terra.

Separarás a terra do fogo, o sutil do grosseiro, docemente, com grande habilidade. O que resultar disso subirá da Terra ao Céu e descerá à Terra, e receberá a força das coisas superiores e inferiores. Terás assim toda glória do mundo e tudo que é trevoso se afastará de ti.

Essa é a força de tudo o que é forte, e ela vencerá toda coisa sutil e penetrará toda coisa sólida.

Assim foi criado o mundo.

Por isso fui chamado Hermes Trimegisto, tendo as três partes da filosofia do mundo. O que disse do Sol foi cumprido”.

Isso é verdade.

Não conhece mentira.

Apenas a verdade.


- Hermes Trismegisto -

ImprimirEmail