PRECE AO SENHOR DOS TRABALHOS

(Para Inspiração nas Lides Espirituais)
 
- Por Wagner Borges –
 
Ó, Grande Espírito, que está em todas as coisas!
Abençoe mais esse trabalho espiritual.
Inspire nossos corações na alegria de mais essa jornada.
Para que nossas mãos sejam de luz.
Para que nossos pensamentos sejam lindos.
Para que nossas energias se propaguem a favor de todos.
Para que cada um de nós seja um pedacinho do céu...
 
Não O vemos com os olhos da carne, mas sentimos o Seu toque sutil.
Reconhecemos Sua impressão digital espiritual em nossos corações.
Sentimos o Seu sopro vital animando nossas vidas.
Nossos sonhos mais lindos são com Você, mesmo que nem lembremos.
Muitas vezes, sentimos saudades das estrelas, mas compreendemos os motivos.
Porque no grande mistério da vida nós escutamos uma música secreta.
E ela nos encantou. E nos trouxe aqui, juntos, no mesmo espírito, na luz...
E, hoje, estudamos, trabalhamos e cantamos juntos, em Seu Nome.
Ó, Pai Primeiro, abençoe nossa canção espiritual.
 
Assim como Você teceu o grande mistério, também teceu nossas vidas.
O Seu poder sustenta as estrelas no infinito e faz a vida acontecer.
O Seu aceno secreto move os mundos. E nós também estamos em Suas mãos.
Mais do que sabemos, é Sua luz que está em nossos corações.
Você é o nosso primeiro amor. Estamos aqui por esse amor.
Ó, Pai-Mãe de todos, abençoe mais essa reunião espiritual.
Para que sejamos dignos desse amor. Para que nossa canção seja linda!
 
O universo é o Seu corpo infinito... Somos Suas células eternas.
Você está em todos nós. Em cada pensamento, em cada sentimento...
Viajamos nos mares etéreos de Sua Mente Cósmica, sempre aprendendo.
Ó, Grande Comandante de tudo, abençoe nossos estudos espirituais.
Para que o discernimento ilumine nossas mentes e elimine nossa ignorância!
 
Sonhamos com Você. Estamos aqui por Você. Vivemos em Você!
E agradecemos pela oportunidade de participarmos dessa jornada de luz.
Por estarmos juntos, como parceiros, no mesmo Grande Coração.
Por sentirmos os mesmos toques secretos. Por escutarmos a Grande Canção.
Ó, Grande Arquiteto Do Universo, abençoe esse nosso encontro do espírito.
Para que sejamos dignos dos ideais de Liberdade, Igualdade e Fraternidade.
 
O amor que sentimos é maior do que nós mesmos.
Nós intuímos algo além do horizonte dos sentidos.
E, desde que escutamos aquela canção, tudo mudou.
A luz entrou em nossos corações e transbordou por nossos olhos.
E tudo ganhou o brilho do espírito eterno.
 
Vimos o Seu esplendor em tudo.
Por isso estamos aqui reunidos. Para a celebração desse amor e dessa luz.
E que, desse encontro, esse amor e essa luz se propaguem para todos os seres.
Sempre por Você!
 
P.S.: O coração viaja para além dos sentidos comuns, em águas etéreas.
Ele navega em naus que são construídas daquilo que os “sentimentos são feitos”.
E o vento do amor o leva pelos mares das muitas vidas...
Ele sabe que há sonhos que não são sonhos. E que viver é algo muito especial.
Mais do que isso, ele sabe que há algo maior, além do horizonte...
Como dizia o poeta britânico Robert Browning:
“A terra está repleta de céu e qualquer arbusto está resplandecente de Deus.
Mas só aquele que vê descalça as sandálias.” *
 
(Esses escritos são dedicados aos participantes do grupo de estudos e assistência espiritual - do IPPB e de Jundiaí -, e aos amigos da DeDiCo, casa de Umbanda Oriental, de Belo Horizonte).**
 
Paz e Luz.
 
São Paulo, 25 de fevereiro de 2008.
 
 
- Nota:
* Como citei o poeta britânico Robert Browning (1812-1889), deixo na seqüência alguns dos seus toques inspirados:
 
“Nossas aspirações são nossas possibilidades.”
“Deus é o perfeito poeta, que atua nas suas próprias criações.”
“Deus deve estar contente por alguém amar tanto o Seu mundo.”
“Oh, faz-nos felizes, e nos terás feito bons.”
“A verdade está em nós, não vem de fora.”
“O homem busca o seu próprio bem à custa do mundo inteiro.”
“A ignorância não é inocência, mas pecado.”
“Cada alegria é um proveito, e um proveito é um proveito, por menor que seja.”
“Quem ouve música, sente a sua solidão de repente povoada.”
“Mede a altura do teu espírito pela sombra que projeta.”
“É indispensável querermos deitar a mão a mais do que podemos alcançar; senão, para que serviria o céu?”
 
** Enquanto passava essas linhas a limpo, lembrei-me de um lindo poema de Pablo Neruda – grande poeta chileno. Então, deixo o mesmo postado na seqüência, como um presente de início de semana para vocês, para iluminar o dia.
Vamos a ele!
 
 
 
É PROIBIDO! 
 
- Por Pablo Neruda -
 
É proibido chorar sem aprender,
Levantar-se um dia sem saber o que fazer
Ter medo de suas lembranças.
 
É proibido não rir dos problemas
Não lutar pelo que se quer,
Abandonar tudo por medo,
 
Não transformar sonhos em realidade.
É proibido não demonstrar amor
Fazer com que alguém pague por suas dúvidas e mau humor.
É proibido deixar os amigos
 
Não tentar compreender o que viveram juntos
Chamá-los somente quando necessita deles.
É proibido não ser você mesmo diante das pessoas,
Fingir que elas não lhe importam,
 
Ser gentil só para que se lembrem de você,
Esquecer aqueles que gostam de você.
É proibido não fazer as coisas por si mesmo,
Não crer em Deus e fazer seu destino,
 
Ter medo da vida e de seus compromissos,
Não viver cada dia como se fosse um último suspiro.
É proibido sentir saudades de alguém sem se alegrar,
 
Esquecer seus olhos, seu sorriso, só porque seus caminhos se desencontraram,
Esquecer seu passado e pagá-lo com seu presente.
É proibido não tentar compreender as pessoas,
Pensar que as vidas deles valem mais que a sua,
 
Não saber que cada um tem seu caminho e sua sorte.
É proibido não criar sua história,
Deixar de dar graças a Deus por sua vida,
 
Não ter um momento para quem necessita de você,
Não compreender que o que a vida lhe dá, também lhe tira.
É proibido não buscar a felicidade,
 
Não viver sua vida com uma atitude positiva,
Não pensar que podemos ser melhores,
Não sentir que sem você este mundo não seria igual.

ImprimirEmail