REGENERAÇÃO

(Matéria a ser publicada no Boletim do IPPB “Paz e Luz” – Número 11)

- Por Wagner Borges -



Houve um tempo em que fomos iniciados nas artes do espírito.

Penetramos nas brumas dos mistérios e levantamos o véu das ilusões.

Ficamos frente a frente com a Luz!
E descobrimos o mistério de nós mesmos.

O olho espiritual devassou os Planos Invisíveis e nos mostrou a Luz Perene.

Foi-nos revelada a Sabedoria Arcana, e Ela era puro amor sereno.

Em sua presença solene, nossas posturas equivocadas e nossas emoções enferrujadas morreram... dissolvidas na Luz.

Despojados de nossa antiga arrogância, renascemos... dourados de Amor Sereno!

O ferro sujo (o Eu antigo, medroso e tristonho) se dissolveu...

E, em seu lugar, surgiu o Ser Dourado (O Novo Homem) renascido das entranhas de si mesmo e iniciado na Consciência Universal.

Expostos à Luz Suprema, nus, em Espírito e Verdade, juramos seguir os desígnios Superiores de Liberdade, Igualdade e Fraternidade.

Sim, houve um tempo em que fomos iniciados juntos, em Espírito e Verdade.

Porém, não conseguimos aplicar na vida e em nossas relações com os outros, aquilo que a Luz nos ensinou.

Permitimos que o nosso discernimento fosse engolfado pelas emoções pesadas e por energias mesquinhas.

Gradativamente, sob o domínio das ilusões, fomos enferrujando novamente...

Então, os nossos ideais espirituais foram manchados pelo sangue de nossas espadas.

A senda iniciática, que tanto prezávamos, foi inundada de sangue e violentada pelos nossos atos violentos e sem méritos.

Lentamente, essa Luz foi sumindo dentro de nossas emoções violentas.

Felizmente, a Justiça Cósmica nos prendeu inexoravelmente em sua imensa teia cármica.

Sob sua ação depurativa, a dor se fez presente em nossos caminhos.

Acicatados pelos desenganos e posturas equivocadas, lambemos nossas feridas e choramos a dor da queda no profano.

Na verdade, profanamos a nós mesmos e pisamos em cima de nossos ideais, cheios de empáfia e de falsa glória.

Contudo, a Luz não estava morta dentro de nós.

Paciente, ela nos esperou em segredo.

Ela sabia que em nossa queda estava o embrião de uma grande lição e a possibilidade do recomeço.

Serenamente, ela viu o tempo e o carma* operarem seu trabalho de regeneração

em nós...

A Roda da Vida girou, o tempo passou, e estamos juntos novamente.

Os ensinamentos herméticos do Antigo Egito e da Grécia Antiga, a Espiritualidade dos Rishis** da Velha Índia, a Sabedoria do Tibet e da China imemorável, a honra e a

lealdade dos iniciados celtas da Velha Europa, os amores e as dores do passado, tudo isso vive em nós.

Tomara que, dessa vez, nós sejamos dignos dos valores espirituais que esposamos.

Oxalá, que a ferrugem se dissolva novamente, e que brilhe em nós aquele amor sereno, como antes, naquele tempo bom, em nossos pensamentos, sentimentos e atitudes.

Sim, estamos juntos na Luz!

Mais uma vez...


(Essas linhas são dedicadas ao mestre búlgaro Omraam Mikhael Aivanhov).

P.S.: Enquanto eu escrevia essas linhas, estava presente no ambiente o sábio mentor espiritual Ramatís, me inspirando com suas energias sutis e sua postura serena, amorosa e universalista. A esse grande amparador espiritual, a nossa admiração e gratidão.

Obs.: Esse texto foi direcionado originalmente para os 130 participantes do grupo de estudos e assistência espiritual do IPPB.


Paz e Luz!

São Paulo, 15 de fevereiro de 2006.

- Nota de esclarecimento:

O Boletim “Paz e Luz” é uma publicação interna do IPPB, contendo artigos sobre as experiências fora do corpo e os temas espirituais e alternativos, organizados pelos participantes do grupo de estudos e assistência espiritual e outros colaboradores. Vários deles são colunistas da revista on line de nosso site: Mauricio Santini, Maísa Intelisano, Frank, Vanderlei Oliveira, e Wagner Borges.

É uma publicação trimestral e apresenta diversos textos inéditos, além de resenhas de livros e CDs comentados pelo Prof. Borges.

O projeto inicial era manter o boletim somente para os freqüentadores do grupo de estudos, cursos e palestras realizados no IPPB. Contudo, o boletim foi crescendo, e com a ajuda de alguns amigos de uma gráfica, agora é possível realizar uma tiragem maior de exemplares.

Estamos estudando uma maneira de passar o boletim em forma de assinatura anual (algo em torno de R$ 25,00, por quatro edições enviadas pelo correio) principalmente para às pessoas que não tem acesso ao IPPB.

Também vamos abrir uma coluna em nossa revista on line, contendo uma seleção de textos dos boletins anteriores e disponibilizados gratuitamente no site (a partir de abril de 2006).

Oportunamente informaremos mais detalhes por e-mail. Para mais informações, favor ligar nos telefones do IPPB: (11) 6163-5381 e (11) 6915-7351 (das 11h às 19h).


Paz e Luz.
- Equipe IPPB -


- Notas do texto:

* Carma (do sânscrito): é a Lei universal de causa e efeito.

** Rishis (do sânscrito): sábios espirituais; mestres espirituais; mentores da sabedoria contida nos Upanishads.

ImprimirEmail