SETE REFLEXÕES NA LUZ DO ESPÍRITO

- Por Wagner Borges -
 
1. Na Espiritualidade, afirmamos e reafirmamos vários compromissos com a Maturidade Espiritual. Porém, aqui na vida terrena, a todo instante, afirmamos e reafirmamos toneladas de tolices e reclamações.
2. O ego nos faz ter sonhos de grandeza, mas não passamos de anões espirituais entupidos de emoções inferiores. Somos filhos de Brahman*, mas nosso coração ainda porta as faixas trevosas da mágoa. Será por isso que ainda somos tão ridículos?”
3. Disse-me o Pai Joaquim de Aruanda**: “É bom não bulir com as situações negativas do passado. Esqueça! Ajude as pessoas em tudo que você puder. Se houve algum mal-feito lá atrás, já passou. Toque o barco em frente e deixe as ondas do tempo ajustarem as coisas. Mesmo os melhores erram. Só Deus é perfeito!”
4. O corpo acumula as formas-pensamentos negativas da própria pessoa. Por isso, é vital gostar de si mesmo, sem egoísmos nem auto-imagens ilusórias e se auto-motivar na direção de tudo que é sadio no jogo da vida.
5. Na câmara secreta do coração reside a química que faz a atração real entre um homem e uma mulher. É ali que um interpenetra o outro e encontra sua própria essência na viagem maravilhosa de brilhar em conjunto.
6. O amor não é uma ciência, é um estado de espírito. Não é para ser estudado, é para ser sentido.
7. A grande magia é fazer o Bem sem olhar a quem. É transformarmos nossa mediocridade em autêntica sabedoria. É ampliarmos nosso brilho divino e tratarmos a todos os seres com respeito e amor. Além do mais, somos todos imortais e isso é a maior magia que o Criador nos deixou. Paz e Luz. São Paulo, 10 de junho de 2001.
 
- Nota:
* Brahman - do sânscrito - O Supremo, O Grande Arquiteto Do Universo, Deus, O Amor Maior Que Gera a Vida. Na verdade, O Supremo não é homem ou mulher, mas pura consciência além de toda forma. Por isso, tanto faz chamá-Lo de Pai Celestial ou de Mãe Divina. Ele é Pai-Mãe de todos. ** Pai Joaquim de Aruanda – sábio mentor espiritual que trabalha nas linhas extrafísicas da Umbanda. É um dos espíritos mais amorosos que conheço.

ImprimirEmail