Renúncia e sacrifício

Pensamento do dia 17 de novembro de 2014.

Renúncia e sacrifício

"Certamente, as palavras 'renúncia' e 'sacrifício' estão entre as que menos agradam aos seres humanos, pois eles as compreendem como sinônimos de privações e acham que se eles se privarem, morrerão. E é verdade que morrerão: se não compreenderam que a renúncia serve apenas para aceder a regiões mais elevadas para obter algo melhor, morrerão. Na prática espiritual, 'renunciar' significa transpor uma necessidade, uma tendência, um prazer, para um plano superior. Continuamos a nos alimentar, a amar, a desenvolver diferentes atividades, mas com elementos mais puros, com um objetivo mais desinteressado. Portanto, a renúncia não é sinônimo de morte, pelo contrário, é sinônimo de vida. Quem não a compreendeu, fica estagnado, e é justamente essa estagnação que o arrasta para a morte. Mas quem aceita certas privações, transforma uma energia bruta em uma energia mais sutil, e não só não morre, como se enriquece."

Omraam Mikhaël Aïvanhov


Esse texto é recebido da Edizioni Prosveta em italiano, e traduzido para o português (do Brasil), com o objetivo de difundir as mensagens do Mestre Omraam Mikhaël Aïvanhov.

Imprimir